A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

09/07/2019 08:50

Suspeito de assassinar adolescente foi preso há 1 semana e usava tornozeleira

Ainda não há informação se o comparsa dele, Aleff Rickellmy Pereira Fernandes da Silva (acusado de ter atirado) foi preso

Viviane Oliveira
Edson passou por audiência de custódia nesta manhã no Fórum e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva (Foto: Henrique Kawaminami)Edson passou por audiência de custódia nesta manhã no Fórum e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva (Foto: Henrique Kawaminami)

 

 

Suspeito de matar a tiros um adolescente 17 anos, por volta das 10h30 de ontem (8), o mecânico Edson de Souza Rocha, 20 anos, foi preso em flagrante duas horas após o fato. A motivação para o crime foi uma dívida de R$ 400 que os autores deviam para a vítima. Edson era monitorado por tornozeleira eletrônica. Ele havia sido detido na semana passada por receptação. 

Conforme a Polícia Civil, após denúncias anônimas e rondas pela região, Edson foi encontrado escondido numa casa abandonada, na Rua Jaíba, no Bairro Morada do Sol. Questionado, o suspeito confessou participação no crime, mas alegou que quem disparou três vezes contra a vítima foi o seu comparsa, Aleff Rickellmy Pereira Fernandes da Silva - que está foragido. O caso foi registrado como homicídio qualificado pela traição.

Edson passou por audiência de custódia no Fórum nesta manhã (9) e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pelo juiz Alexandre Tsuyoshi Ito. Edson e Aleff cometiam crimes juntos e tinham várias passagens pela polícia por receptação, roubo e tráfico de drogas. Os dois eram monitorados por tornozeleira eletrônica. 

Caso - Gabriel Henrique da Silva dos Santos foi morto com três tiros, dois no tórax e um no queixo, na casa onde morava com a mulher e a filha de 1 ano, na área invadida da massa falida da Construtora Homex, na Rua Araraquara, na região do Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou nada pôde fazer.

Conforme testemunhas, os autores chegaram de bicicleta, chamaram o adolescente pelo nome. Ao atender a dupla, a vítima chegou a conversar com os suspeitos, mas na sequência foi alvejada. A mulher de Gabriel contou que, no último domingo (7) ia com o marido à casa dos suspeitos, no Vespasiano Martins, para cobrá-los de dívida referente a venda de uma motocicleta. Porém, durante o trajeto o adolescente encontrou os dois e parou para conversar foi quando um deles disse: “Então você quer receber, vou te pagar do jeito que você merece”.

Policiais no local onde adolescente de 17 anos foi morto com três tiros (Foto: Clayton Neves) Policiais no local onde adolescente de 17 anos foi morto com três tiros (Foto: Clayton Neves)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions