ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Suspeito de matar caminhoneiro, jovem presta depoimento por 3 horas

Pai, que teria ajudado o autor a fugir, também esteve na delegacia; defesa fala em briga entre irmãos, antes do crime

Por Liniker Ribeiro e Mirian Machado | 20/11/2020 18:41
Suspeito de matar caminhoneiro a tiros, Jaderson Miranda Perez, de 23 anos, chegando a 4ª Delegacia de Polícia Civil (Foto: Paulo Francis)
Suspeito de matar caminhoneiro a tiros, Jaderson Miranda Perez, de 23 anos, chegando a 4ª Delegacia de Polícia Civil (Foto: Paulo Francis)

Jaderson Miranda Perez, de 23 anos, se apresentou à polícia, na tarde desta sexta-feira (20). Ele é suspeito de atirar e matar o caminhoneiro Gilmar da Silva, de 37 anos, na tarde de ontem (19), e esteve na 4ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, acompanhado de advogado e outras duas pessoas.

Um dos homens que acompanham o suspeito é seu pai, pessoa apontada por testemunhas como quem ajudou o jovem a fugir após o crime. O assassinato aconteceu na Rua Araticun, no Bairro Moreninhas III.

Gilmar foi baleado duas vezes no tórax e outra no pescoço. Segundo testemunhas, o alvo real era o irmão da vítima, dependente de drogas e a vítima teria ido até o local para apaziguar os ânimos, acabou sendo baleado.

Esta tarde, Jaderson chegou à delegacia por volta das 15h. Ele permaneceu no local por cerca de 3 horas, onde prestou depoimento. Além dele, o pai, identificado como Germano, e o irmão da vítima, conhecido como Robinho, prestaram depoimento. Na segunda-feira (23), testemunhas devem ser ouvidas.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário