A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/07/2014 09:35

Suspeito de matar técnico de enfermagem está foragido há quatro meses

Francisco Júnior
Local onde aconteceu o assassinato. (Foto: Marcos Ermínio)Local onde aconteceu o assassinato. (Foto: Marcos Ermínio)

O suspeito de matar técnico de enfermagem Hodair Fagundes Adorno, 36 anos, está foragido há mais de quatro meses. O crime aconteceu em janeiro deste ano, no apartamento em que a vítima morava, em frente da Orla Morena, em Campo Grande.

O delegado da 1ª Delegacia, Miguel Said, já entrou com o pedido de prisão na justiça contra o suspeito, mas ainda não recebeu um retorno. Ele preferiu não divulgar o nome suspeito para não atrapalhar o andamento das investigações sobre o caso.

Said revelou apenas que o assassino era conhecido do técnico de enfermagem . Havia a informação de que a vítima e o suspeito seriam namorados, mas o delegado afirmou que não há confirmação desse fato.

“Estamos no encalço do suspeito, as investigações estão sendo realizadas para chegarmos até ele”, ressaltou o delegado.

No dia de 26 de janeiro, o eletricista Edilson Cordeiro dos Santos, 36 anos, que morava ao lado do apartamento da vítima, foi a sacada fumar um cigarro, quando estranhou o cheiro forte e a grande quantidade de mosca que saía do apartamento ao lado e então acionou a Polícia.

Hodair foi encontrado na cozinha do seu apartamento na avenida Noroeste, com vários ferimentos no corpo provocados por golpes de faca. O imóvel estava todo bagunçado, com muito sangue espalhado no chão.

Na época, em depoimento, os vizinhos disseram que a vítima era homossexual e usuário de drogas. Várias bitucas de cigarro foram apreendidas e ainda existia o indício de consumo de crack no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions