A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/07/2014 21:58

Taxistas alegam defasagem e cobram reajuste da prefeitura

Alan Diógenes
Taxistas querem aumento por conta do alto custo para manter os veículos. (Foto: Marcos Ermínio)Taxistas querem aumento por conta do alto custo para manter os veículos. (Foto: Marcos Ermínio)

A prefeitura vai autorizar o reajuste da tarifa do táxi, na Capital. A decisão iria ser anunciada no dia 25 deste mês, quando é comemorado o Dia do Taxista, mas a decisão ainda não foi divulgada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

A informação foi repassada pelo diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Jean Saliba, ao Campo Grande News. Ele só não informou de quanto será esse reajuste.

A decisão foi comemorada pelos taxistas da Capital. Segundo o motorista Henrique Schleich, 52 anos, que trabalha no ponto de táxi do Aeroporto Internacional, a mudança vai trazer benefícios para a categoria, que tem um alto custo para manter os veículos. “Temos muitas despesas com o combustível e com a manutenção dos veículos. Por exemplo, gastamos muito para trocar os pneus, que estão ficando cada vez mais caros”, comentou.

O taxista Moisés Cândido da Rocha, 52, contou que faz três anos que não existe reajuste na tarifa do táxi. Para ele, a situação está comprometendo o rendimento dos profissionais.

“Há três anos, quando houve o último reajuste, o valor da gasolina, por exemplo, era R$ 1,80; agora esse valor dobrou. Hoje para fazer apenas uma rodada, temos que colocar R$ 100 de combustível. Antes colocávamos R$ 60 e rodávamos a cidade toda. Com o reajuste, vai sobrar dinheiro para cuidar dos veículos e para o nosso bolso também”, explicou.

Mesmo estando satisfeito com o reajuste, o taxista Carlos Alberto, 53, disse que a gestão municipal está demorando muito para fazer a mudança. Ele afirmou que a prefeitura fez o reajuste da tarifa de ônibus duas vezes, mas esqueceu dos táxis. “Eles deveriam usar o exemplo da tarifa do ônibus e diminuir a tarifa do táxi também. O que deveria ter feito há anos”, salientou.

Carlos reclama da burocratização na aprovação do reajuste. “Antes de o reajuste entrar em vigor, a proposta tem que passar primeiro pelas mãos dos vereadores, por isso a demora na aprovação”, mencionou.

“Eles deveriam correr logo atrás disso e fazer a mudança logo. Vai ajudar todos os lados, tanto os taxistas que terão condições de trabalho, como os usuários que terão melhor qualidade no serviço prestado”, finalizou Carlos.

Henrique conta que o custo para manter os veículos está ficando cada dia mais caro. (Foto: Marcos Ermínio)Henrique conta que o custo para manter os veículos está ficando cada dia mais caro. (Foto: Marcos Ermínio)
Carlos pede agilidade da prefeitura para colocar o reajuste em vigor. (Foto: Marcos Ermínio)Carlos pede agilidade da prefeitura para colocar o reajuste em vigor. (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions