A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/11/2011 16:34

Técnico que fazia manutenção em caixa eletrônico é preso com R$ 13 mil

Marta Ferreira

Ele é apontado como responsável por vários furtos em terminais da Caixa Econômica Federal

A Polícia Federal prendeu hoje, em Campo Grande, por volta das 11h, o funcionário de uma prestadora de serviço para a Caixa Econômica Federal, acusado de furtar dinheiro dos caixas eletrônicos. O homem, de 35 anos, foi preso com R$ 13 mil, tirados de um caixa eletrônico onde havia acabado de fazer manutenção, conforme a PF.

A Corporação divulgou que a prisão ocorreu após várias informações sobre desvio de valores de terminais eletrônicos do banco.

Foram divulgadas apenas as iniciais do técnico em eletrônica, I.V.S., residente no Conjunto dos Bancários.

Conforme a PF, inicialmente o técnico negou o crime, mas diante da existência de imagens, feitas pelos investigadores da PF, acabou confessando. Disse que precisava de dinheiro para cumprir compromissos pessoais de financiamento de sua casa e de um carro.

O nome dele, conforme a Polícia divulgou, está relacionado há várias ocorrências de furto em caixas eletrônicos da Caixa, pois eles aconteciam ocorriam em terminais cuja manutenção havia sido feita por ele.



Isso que da, as empresas a cada dia que prestam serviço para os bancos ficam atras de preço baixo e pegam qualquer um para trabalhar. Fazem cotação de preços e nao qualidade e profissionalismo e carater. A politica do quanto mais barato mais lucro e melhor da nisso.
 
maria aparecida em 10/05/2012 12:55:26
acompanho um amigo nas manuteçao de caixa eletronico eu vejo uma oportunidade
de emprego ..
 
flavio cesar em 17/01/2012 10:37:34
Isso q da contratar qual quer pessoa pra fazer esse tipo de manutenção sem antes fazer uma varredura na vida da pessoa ...
 
Osvaldo da Silva em 06/01/2012 06:49:10
Trabalho na CAIXA e também não vejo problemas em divulgar o nome do tecnico que presta serviços à CAIXA através de uma empresa terceirizada. Quem trabalha com acesso a dinheiro/valores está sujeito a esses riscos. A prisão é o caminho imediato. A condenação ficará a cargo do judiciário.
 
Paulo airton pientka em 18/11/2011 12:01:15
Provavelmente ele não está só nesta "parada". Divulgar nome obstruiria investigações posteriores e acredito que a tanto a Polícia como a CEF devem ter motivos para isso. A não ser que não queira levar à cabo as investigações ou prejudicá-la de alguma forma.
 
Ezio Jose em 18/11/2011 10:05:52
Roubar caixa eletronico quando está fazendo manutenção, eu não sabia que éra crime privilegiado, não divulgaram o nome deste meliante porque? será que ele é um ladrão melhor que os outros ? quanta desigualdade nesse país até ladrão tem uns que tem o nome divulgado outros não, não devería ser assim , nossa CF. diz todos são iguais perante a lei. Porque não cumprir a CF.
 
porfirio vilela em 18/11/2011 08:30:55
OLHA, ESSE TIPO DE PROFISSIONAL É TERRIVEL MAS NAO JUSTIFICA FAZER O QUE FEZ, CADEIA NELE,,, AGORA AQUI PRA NÓS ISSO É AINDA UM POUCO DE REFLEXAO DE POLITICA SALARIAL,POLITICOS QUE FAZEM A MESMA COISA E NINGUEM PRENDE EMFIM,,, ELE É O IVANILDO ISSO, PRESTA SERVIÇO NUMA EMPRESA AKI EM CAMPO GRANDE NA 13,,,,,
 
lUCIANO MARAG em 18/11/2011 08:04:19
Com certeza amanhã já estara solto, e pronto para aprontar outros furtos.
 
Arthur Kosloski em 17/11/2011 10:15:38
Vai ver por isso q eu fui sacar e tava sem grana no cx outro dia !!!
 
Rogerio Moralles em 17/11/2011 09:55:59
ESSE EH O NOSSO VERGONHOSO PAIZ. BRASILLL QUE VERGONHA MUDA BRASIL MUDA .
 
ivanildo silva em 17/11/2011 09:20:41
Por que não divulgar o nome desse gatuno, teria que mostrar a foto dele para que todas as pessoas soubesse quem é. Pagar carro ééé anda de bike seu mané. Só esperamos que o judiciário condene esse marginal.
 
Heraldo Francisco de Souza em 17/11/2011 08:08:12
é criminoso do mesmo jeito, porq nao divulgar o nome do ladrão,se fosse um sem ninguém estava lá o nome e endereço do sujeito.
 
maira mendes em 17/11/2011 06:33:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions