A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/01/2015 17:08

Técnicos já detectaram 950 vazamentos subterrâneos de água na Capital

Vania Galceran
Equipe realizando trabalho de geofonamento. (Foto: Divulgação)Equipe realizando trabalho de geofonamento. (Foto: Divulgação)

Para detectar vazamentos invisíveis na tubulação de água, aqueles que ficam em baixo do asfalto, a concessionária Águas Guariroba está realizando o geofonamento noturno. Uma técnica que localiza ruídos na rede de abastecimento. A prática é uma das ações de combate a perdas de água desenvolvidas em Campo Grande.

A ação é realizada sempre durante a madrugada, quando os técnicos da concessionária percorrem bairros ouvindo, com o geofone, o funcionamento da rede de água, em busca de vazamentos que não aparecem no asfalto. “A vistoria é feita à noite por conta do ruído. Há menos interferência de barulhos, principalmente do trânsito, por isso é o momento mais propício”, comenta o técnico de geofonamento da Águas Guariroba, Nilson Vargas Martins.

Em busca destes pontos invisíveis de perdas de água, a equipe de geofonamento da concessionária já percorreu mais de 1,5 mil quilômetros de rede de água nos doze meses do ano passado. De acordo com a gestora de Combate a Perdas da Águas Guariroba, Suellen Alves Ferreira, as ações do geofonamento são realizadas em duas frentes: preventiva e corretiva.

“Nas vistorias preventivas, a equipe busca vazamentos que ainda não afloraram no asfalto, que são invisíveis. Estes vazamentos poderiam ficar sem serem notados por um longo período, porque a água pode seguir para uma galeria de drenagem ou mesmo para a rede de esgoto”, observa.

“Já nas ações corretivas, o trabalho da equipe de geofonamento é achar o lugar exato do vazamento para a manutenção. Quando ocorre alguma anomalia na rede, identificada pelo Centro de Controle Operacional (CCO), uma equipe é encaminhada ao local para encontrar o lugar onde há o vazamento subterrâneo e assim podemos sanar o problema”, comenta Suellen.

Alguns moradores do bairro Vila Nascente comentaram que nas ruas do bairro são frequentes os vazamentos, que a tubulação cede e isso faz comq ue muita água seja desperdiçada.

Seu Romani Antônio, 54, tem um pequeno comércio, na região e conta que esse trabalho da concessionária de água da Capital é importante até para que o que foi perdido com a chuvarada seja recuperado e os vazamentos não prejudiquem os moradores do bairro, que muitas vezes ficam sem água por causa do desperdício e pelas frequentes manutenções que tem que ser feitas.

Em 2014, 955 vazamentos foram encontrados e sanados através deste trabalho.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions