A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/06/2015 18:47

Terminais ganham manutenção, mas “cara nova” não vai mudar estrutura

Michel Faustino
Banheiros, bebedouros e demais instalações, que hoje estão depredadas passarão por reforma. (Foto: Fernando Antunes)Banheiros, bebedouros e demais instalações, que hoje estão depredadas passarão por reforma. (Foto: Fernando Antunes)
Bebedouros que não funcionam serão substituídos. (Foto: Fernando Antunes)Bebedouros que não funcionam serão substituídos. (Foto: Fernando Antunes)
Dona de casa cobra melhorias e reclama da falta de segurança. (Foto: Fernando Antunes)Dona de casa cobra melhorias e reclama da falta de segurança. (Foto: Fernando Antunes)

Os terminais de transporte coletivo de Campo Grande devem passar por reforma nos próximos meses. A medida visa dar “cara nova” aos locais que são diariamente depredados e sofrem com a ação de vândalos. Apesar da iniciativa dar mais comôdidade aos usuários, problemas como o não cumprimento das normas de segurança estabelecida em lei devem permanecer.

Segundo Valdir Gomes, responsável pelo projeto, que será executado com suporte da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) e Seinthra (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), o terminal “Morenão”, localizado na Avenida Gury Marques, será o primeiro a receber a reforma e servirá de “modelo” para os outros sete terminais.

De acordo com Valdir, a manutenção será iniciada já nesta quarta-feira (17) e devem ser concluídas em até 10 dias. Ao todo, 12 funcionários estarão envolvidos nos trabalhos de limpeza, restauração, pintura, manutenção e troca de encanamentos, pias, vasos e bebedouros. Ele ressalta que outros problemas, como irregularidades constatadas pelo Corpo de Bombeiros, não devem ser sanados neste primeiro momento.

“Nós vamos fazer uma manutenção geral. Assim que o trabalho acabar o terminal vai ter outra cara. E isso vai trazer mais comodidade para os usuários, que hoje sofrem com as más condições de alguns desses locais, em grande parte, estragos provocados por vândalos”, disse.

Bebedouros estragados, banheiros em más condições e falta de segurança nos terminais são problemas enfrentados diariamente pela dona de casa Ivonete Rolim da Costa, 60 anos. Ela é apenas uma entre as 30 mil pessoas que passam diariamente pelo terminal Morenão, mas descreve com lucidez a real situação do local.

“A gente sabe que é difícil manter isso aqui tudo em ordem, porque tem muita gente que só sabe destruir. Mas, o minimo que temos que ter é condições adequadas. Um bebedouro que funcione, um banheiro em boas condições e principalmente segurança para ir e vir. Não adianta deixar tudo bonitinho, que querendo ou não uma hora, infelizmente, vão bagunçar (sic).”, disse.

Problemas – No mês passado, os oito terminais de transporte coletivo de Campo Grande foram vistoriados pelo Corpo de Bombeiros e foi constatado que nenhum deles cumprem as normas de segurança estabelecida em lei.

Segundo o coronel do Corpo de Bombeiros, Jairo Kamimura "todos os terminais de transbordo foram notificados, portanto nenhum deles atende as normas de segurança Contra Incêndio e Pânico, previstos na Lei 4.335 de 10 de abril de 2013, e colocam seus usuários em risco. Até o momento nenhuma intenção de regularização por parte dos competentes responsáveis e que vencido os prazos das Notificações, serão tomadas as medidas cabíveis (multa, interdição)", disse o coronel.

Ele destacou que os oitos terminais precisam se adequar ao Projeto de Segurança Contra Incêndio, Pânico e Outros Riscos.

Por nota oficial, a Agetran afirmou que já estão tomando as medidas necessárias. Após vistoria do Corpo de Bombeiros, a Agência solicitou prazo para as adequações técnicas.

"Portanto, estamos dentro do prazo determinado pelos bombeiros, fazendo projetos de prevenção e combate a incêndio. A Agetran trabalha pelas melhorias nos Terminais de Campo Grande e conta com a colaboração da população e usuários do transporte coletivo para evitar atos de vandalismos e furtos", informou o comunicado.



SÓ SERÁ DADO O DEVIDO VALOR, SE FOR PAGO PARA ENTRAR NOS BANHEIROS E TAMBÉM A PENALIDADE TEM QUE SER EXEMPLAR SE SUJAR COM PICHAÇÃO, POIS PARA OS PAIS OS FILHOS, SÃO SEMPRE OS CERTINHO ERRADO É QUEM QUER FAZER O CERTO CONSERTANDO E ELES SUJANDO.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 17/06/2015 22:28:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions