A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

07/09/2012 15:32

Testemunhas sobre morte a mando de idosa serão ouvidas dia 17

Nadyenka Castro

Audiência é de acusação. Interrogatório dos réus está marcado para outubro

Acusados pelo assassinato foram apresentados em junho. (Foto: Minamar Junior)Acusados pelo assassinato foram apresentados em junho. (Foto: Minamar Junior)

Serão ouvidas pela Justiça no próximo dia 17, testemunhas de acusação do assassinato de Rogélio Marcos de Lima Sanabria, 33 anos, ocorrido em 25 de novembro do ano passado, na avenida Mascarenhas de Moraes, em Campo Grande.

A audiência está marcada para começar às 14h30min, na 2ª Vara do Tribunal do Júri. O interrogatório dos réus será no dia 9 de outubro, também a partir das 14h30min.

São acusados do homicídio: Marciano de Souza, Gleisson Vicente Martins, 31 anos, e Marcos Aguirre Teodoro,28 anos e Ivonilde Souza Coelho, 67 anos. A idosa é apontada como mandante do assassinato. Marciano foi preso em abril e até junho foram para a cadeia os outros dois.

De acordo com investigações da Polícia Civil, Rogélio era casado com a neta de Ivonilde. Ele começou a auxiliar a avó da mulher, que trabalhava como sacoleira. Os dois começaram a ter um relacionamento e a idosa se apaixonou pelo ‘neto’.

O relacionamento acabou e a idosa não aceitou o fim. Após a decisão de matar Rogélio, conheceu Marcos e falou dos planos. Inicialmente ele não aceitou, mas, diante das ameaças de Ivonilde, contratou Gleisson e este chamou Marciano.

Após o crime, a idosa pagou R$ 5 mil a Marcos e este deu R$ 1 mil a cada um dos contratados. Marciano disse que usou o dinheiro para pagar pensão alimentícia.

Os acusados já tiveram revogação da prisão preventiva negada e também o pedido de habeas corpus em caráter liminar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions