A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

25/06/2019 09:26

Tive medo porque eles não tinham nada a perder, diz vítima de sequestro

Comerciante passou quatro horas em cativeiro, depois de ser pego por bandidos que queria roubar veículo

Kerolyn Araújo e Mirian Machado
Esposa da vítima teme que os bandidos voltem ao local. (Foto: Henrique Kawaminami)Esposa da vítima teme que os bandidos voltem ao local. (Foto: Henrique Kawaminami)

Durante as quatro horas que permaneceu refém de bandidos armados em um cativeiro na saída para Aquidauana, o comerciante de 54 anos, sequestrado na madrugada desta terça-feira (25) no bairro Coophatrabalho, em Campo Grande, temeu pela vida. Ele teve a caminhonete, uma Toyota Hilux, levada pelo trio.

Ao Campo Grande News, o comerciante contou que a caminhonete estava estacionada na rua e, por volta das 0h00, foi guardar o carro na garagem. Neste momento, três homens armados chegaram ao local em um veículo Fiat Uno e dois deles fizeram a abordagem.

''Me renderam dizendo 'perdeu, perdeu', me amarraram, encapuzaram e colocaram no banco de trás do carro'', contou. Segundo o comerciante, os bandidos mandaram que ele não reagisse. ''Procurei ficar quieto o máximo possível. Tive medo porque eles não tinham nada a perder, matam por qualquer coisa. O bem material a gente recupera depois", contou.

A vítima relatou que, pouco antes das 4h, a caminhonete foi levada do cativeiro. O comerciante foi colocado no Fiat Uno e abandonado na Avenida Júlio de Castilho, na região do Jardim Panamá. ''Eu consegui me soltar, pedi informação para saber onde estava e voltei a pé para casa", disse.

A esposa da vítima, de 49 anos, presenciou o assalto e relata o medo dos bandidos voltarem. ''Estava indo dormir quando abri a janela devagar, vi o que estava acontecendo e tranquei a porta. Tenho medo deles voltarem e entrarem", disse. Além o casal, estavam na casa um idoso de 91 anos e uma criança de 8.

Os bandidos e o veículo da vítima ainda não foram localizados. O caso será investigado pela Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions