A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/04/2014 18:12

TJ mantém Expogrande, mas manda interditar Parque de Exposições

Aliny Mary Dias
Feira e shows acontecerão, mas parque será fechado após o término (Foto: Cleber Gellio)Feira e shows acontecerão, mas parque será fechado após o término (Foto: Cleber Gellio)

A polêmica envolvendo a realização ou não da Expogrande 2014 em razão da falta de licenças ambientais para uso do Parque Laucídio Coelho chegou ao fim horas antes do início da feira. O Tribunal de Justiça decidiu, no fim da tarde desta quinta-feira (24), pela realização da Expogrande, mas o parque deverá ser fechado cinco dias após o término do evento.

De acordo com o despacho do desembargador Sideni Soncini Pimentel, o pedido de liminar do MPE (Ministério Público Estadual) foi aceito, mas o parque deverá ser interditado no dia 9 de maio, cinco dias após o fim da Expogrande.

“Sendo que no período de interdição e até que sejam cumpridas as normas ambientais nenhuma atividade poderá ser realizada no recinto do parque, seja de que natureza for, inclusive com relação aos órgãos públicos e empresas particulares que lá estejam atuando, com exceção, por óbvio, daquelas necessárias à solução do próprio problema ambiental”, diz o relator do processo.

Trâmites - Na semana passada, o juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filhos, negou outro pedido do MPE para interditar o local. No entanto, o magistrado manteve a multa de R$ 200 mil por dois eventos realizados no parque apesar de proibição judicial. Segundo Maia, a Acrissul não foi notificada da decisão.

Quanto à licença ambiental, o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, afirma que protocolou todos os documentos e aguarda decisão da Prefeitura. Sobre o pedido de interdição, diz esperar bom-senso do Poder Judiciário.

Em 2013, a feira, cuja realização foi permitida pela Justiça, movimentou R$ 308 milhões, mas teve redução de 56% no público. Para 2014, a aposta da organização é no show de Jorge e Mateus, marcado para 30 de abril, véspera de feriado. A expectativa é reunir mais de 50 mil pessoas. A feira termina em 4 de maio.



cara, porque querem interdita a expogrande? porque nao interdita a av afonso pena dia de sabado e domingo ? la sim rola putaria expogrande é uma tradiçao de campo grande... onde as pessoas vao se diverti com a familia.
 
leandro vaz em 25/04/2014 08:08:57
JÁ ESTÁ NA HORA DE CAMPO GRANDE TER UM "NOVO" PARQUE DE EXPOSIÇÕES!...MAIOR E MODERNO, AFASTADO DO PERÍMETRO URBANO E DENTRO DAS NORMAS AMBIENTAIS.
 
Paulenir Nogueira de Barros em 24/04/2014 20:04:58
O Parque de Exposições já foi o palco de grandes acontecimentos.
Depois que passou a cobrar a entrada só vem piorando ano apos ano.
Só interessa mesmo aos Pecuaristas e gente do meio, mas para o publico em
geral perdeu a graca.
Da ultima vez que fui lá, só vi jovens bebendo aos quilos, mas atração mesmo não
vi nada interessante.
Nem a gastronomia, que era um ponto alto da Expogrande, hoje se brincar,
não consegue nem comer por lá. Tudo de pessima qualidade e preços exorbitantes.
 
Reinaldo Paes Sandim em 24/04/2014 19:13:43
Não entendo muito bem o porque dessa interdição, mas acho que é picuinha tentarem acabar com o que é tradição aqui em CG. O MPE deveria então interditar também a praça do papa no carnaval, o parque indígena, o altos da afonso pena e todos os locais de eventos de CG....será que não tem o que fazerem?????
 
alci olidio da silv em 24/04/2014 18:48:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions