A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/09/2011 09:24

TJ solta mulher que diz ter sido enganada ao ser presa com droga em presídio

Edmir Conceição

O Tribunal de Justiça do Estado (TJMS) acatou pedido de habeas corpus em favor de Laudiclelia Cardoso da Fonseca, 27, que foi presa quando tentava entrar no Presídio de Trânsito com drogas.

Segundo o advogado dela, Gildasio Gomes de Almeida, sua cliente foi ludibriada ao fazer favor a uma mulher.

Num primeiro momento, em pedido de soltura feito pela Defensoria Pública, o TJMS negou a liberdade. Mas o advogado Gildasio Almeida impetrou habeas corpus e conseguiu que ela fosse liberada.

A soltura do presídio feminino ocorreu no dia 30 de agosto, segundo Almeida. “Ela foi ludibriada, por uma pessoa inescrupulosa, que pediu para ela levar a sacola dentro do presídio. A senhora Laudiclelia tem 5 filhos e está grávida de sete meses”, disse o advogado.

Laudiclélia Cardoso da Fonseca estava presa desde 2 de julho. Quando foi flagrada, ela alegou que iria visitar seu marido e uma mulher teria pedido que ela entrasse com a sacola, porque estava com excesso de mantimentos.



Grande parte das presidiária, são presa por tráfico e as circunstâncias em 80% dos casos são de "lubridiamento". Por estarem passando por necessidade financeira, acabam indo pelo caminho mais fácil, segundo elas.
Algumas(5%) são muito ingênuas,mas a grande maioria não querem pegar no pesado mesmo.
Quanto a Sra. Laudiclelia, é muito estranho essa sua ingenuidade...uma vez, que seu marido já esta preso?????? sabe Deus porque.
Se essa história procedesse, o dignissimo esposo deveria no mínimo, avisá-la dos perigos que cercam uma cadeia. Para evitar a prisão da esposa, e consequentemente a separação da mesma dos cinco filhos.
 
juan charlymoon em 07/09/2011 06:48:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions