ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Toque de recolher em Campo Grande é prorrogado por mais 15 dias

Aumento de casos e de internação por covid-19 não mudaram horário do toque de recolher, que permanece a partir das 23h

Por Silvia Frias | 26/02/2021 11:33
Equipe da Guarda Municipal durante fiscalização do toque de recolher na Capital (Foto/Arquivo: Henrique Kawaminami)
Equipe da Guarda Municipal durante fiscalização do toque de recolher na Capital (Foto/Arquivo: Henrique Kawaminami)

Campo Grande ainda estará sob o toque de recolher das 23h às 5h por mais 15 dias, de acordo com decreto publicado hoje no Diogrande (Diário Municipal de Campo Grande). A circulação de pessoas fora dessa faixa de horário será permitida aos que fazem parte dos serviços essenciais e delivery.

A manutenção do toque de recolher fica estabelecida a partir da data de publicação, ou seja, em vigor até 13 de março.

Ontem, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) já havia dito que não tinha intenção de ampliar o horário restritivo, por entender que o crescimento do número de casos de infecção e ocupação de leitos estão relacionados à macrorregião, que engloba 34 municípios do entorno. A capital, com mais 30 municípios está na classificação de bandeira vermelha do Prosseguir, com alto risco de infecção.

O decreto de hoje (nº 14.642)  mantém todas as medidas anteriormente previstas no publicado no dia 11 de fevereiro de 2021 (nº 14.629). Por isso, as restrições não se aplicam a  postos de combustíveis, farmácias e serviços de saúde, que podem funcionar em horário estabelecido no alvará de localização e funcionamento respectivo, bem como aos serviços de delivery, de coleta de resíduos e ações destinadas ao enfrentamento da covid-19.

Conforme boletim atualizado da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Campo Grande registrou 74.670 infectados e 1.460 mortes decorrentes da covid-19. A taxa de ocupação de leitos UTI/SUS está em 86%, índice em ascendência nos últimos dias.

O governo de Mato Grosso do Sul também estabeleceu toque de recolher por mais 15 dias, mas, neste caso, válido das 22h às 5h. Essa medida deve ser cumprida por aqueles municípios que não tiverem decreto próprio, ou seja, a população de Campo Grande deve seguir o horário restritivo a partir das 23h.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário