A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/03/2015 17:10

Traficante paulista foi baleado e morto pela polícia em perseguição

Filipe Prado

O corpo do traficante Marcelo Aparecido da Silva, 38 anos, morto pela polícia na madrugada de hoje (12), ainda não foi identificado pelos familiares, que moram no interior de São Paulo. Segundo informações, Marcelo e mais duas pessoas foram abordados pela polícia em uma residência na saída para São Paulo, apontado como receptadores de uma carga de 300 quilos de maconha. A droga foi apreendida em uma chácara na saída para Três Lagoas.

O traficante foi identificado através de documentos pessoais localizados em suas roupas. De acordo com informações, a família de Marcelo mora em Araçatuba (SP) e não foi até o IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal) de Campo Grande para fazer o reconhecimento e liberar o corpo para o enterro.

O delegado titular da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), Rodrigo Yassaka, apontou que o suspeito foi baleado após ferir um policial com uma facada durante uma tentativa de fuga, que quase resultou em um acidente com carro.

Marcelo dirigiu por cerca de três quilômetros e abandonou o carro próximo a uma empresa onde se abrigou. Escondido, o homem chegou a ferir um dos policiais que realizada as buscas e logo em seguida foi alvejado com dois tiros morrendo no local.

Sete pessoas foram presas durante a ação e droga foi apreendida. Conforme o delegado, toda a situação está sendo apurada, bem como o envolvimento das cinco pessoas presas no local onde a droga estava escondido e as outras duas apontadas como receptadores da droga.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions