ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Três adolescentes são apreendidos por realizar furtos em vários bairros

Filipe Prado e Luana Rodrigues | 24/06/2015 08:00
Um dos adolescentes furtou uma bicicleta avaliada em R$ 7 mil (Foto: Marcos Ermínio)
Um dos adolescentes furtou uma bicicleta avaliada em R$ 7 mil (Foto: Marcos Ermínio)

Três adolescentes, 16 anos, foram apreendidos durante a noite de ontem por praticar furtos em vários bairros. Dois são acusados de furtar um carro, roubar um celular e ao tentar levar o segundo veículo, foram flagrados pelo proprietário. A terceira foi flagrada com uma bicicleta avaliada em R$ 7 mil.

Conforme o delegado plantonista Reginaldo Salomão, os dois adolescentes furtaram um veículo Fiat Uno no Bairro Aero Rancho, na Rua Joana D’arc. Os menores andaram pelo bairro e acabaram roubando o celular de uma adolescente.

Depois de bater em vários lugares e danificar o veículo, os adolescentes resolveram trocar de veículo, então encontraram outro Uno, porém o carro estava sem gasolina. A dupla então levou o carro para um posto de combustíveis nas proximidades.

O marido da proprietária do carro tinha ido buscar gasolina no mesmo posto e acabou identificando o carro da esposa. Ele tentou abordar os adolescentes, que fugiram, mas uma viatura da Força Tática da Polícia Militar passava pelo local e acabou apreendendo os menores.

Eles confessaram o furto e o roubo, sendo encaminhados para a DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga e depois transferidos para a UNEI (Unidade Educacional de Internação).

Bicicleta – Enquanto a Força Tática levava os menores à DEPAC, a Polícia Militar flagrou uma adolescente, na praça do Conjunto Rouxinóis, também de 16 anos, em uma bicicleta profissional. Durante abordagem, a menina se contradisse e acabou confessando o furto.

Ela foi encaminhada para a DEPAC. A mãe da adolescente contou que ela não possui passagens pela polícia e estuda, porém ultimamente tem andado com “pessoas erradas”. O delegado apontou que a bicicleta pode ser avaliada em até R$ 7 mil e ainda não há registro de furto. Mas, conforme apurado, custa em torno de R$ 800.

Nos siga no Google Notícias