ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Três bairros de Campo Grande ainda estão sem energia nesta noite

Fornecimento interrompido se concentra em bairros da região norte da cidade, diz Energisa

Por Nyelder Rodrigues | 24/10/2021 20:20
Na semana passada, chuva com fortes ventos derrubou árvores sobre a rede elétrica, tensionando a fiação e chegando a quebrar postes (Foto: Nyelder Rodrigues/Arquivo)
Na semana passada, chuva com fortes ventos derrubou árvores sobre a rede elétrica, tensionando a fiação e chegando a quebrar postes (Foto: Nyelder Rodrigues/Arquivo)

Coronel Antonino, Vila Nasser e Nova Lima são os três bairros campo-grandenses que ainda apresentam falta de energia elétrica de forma generalizada - ambos ficam na região norte da cidade. Os dados são da própria concessionária responsável pelo fornecimento de energia no Estado, a Energisa.

Em nota, a empresa revela ao Campo Grande News que esses são os três principais pontos críticos da Capital neste noite, em reflexo do temporal que atingiu à cidade nesta madrugada, derrubando a energia elétrica e também causando danos em prédios e enxurradas assustadores, como ocorreu na avenida Guaicurus.

"As equipes da Energisa trabalham desde a madrugada para que o restabelecimento seja feito o mais breve possível", explica a Energisa, frisando também que a falta de energia elétrica em rua específicas de outros bairros é tida como pontual.

Além disso, a Energisa esclarece na nota que o atendimento aos clientes da empresa é realizado por ordem de prioridade em situações que coloquem a segurança da comunidade em risco, bem como aos hospitais e unidades de saúde.

Há relatos de leitores, através do canal de interação Direto das Ruas, que moradores do travessa Guilherme de Menezes, esquina com a rua Hugo Pereira do Vale, no bairro Mata do Jacinto, também estão sem energia desde às 12h.

Já no Seminário, o problema são as quedas e retornos momentâneos, ocorrendo ao menos seis vezes hoje - por ser perto dos locais afetados, a situação pode ser causado justamente pelo trabalho de retomada do fornecimento. Por ora, não há previsão de quando a energia será completamente restabelecida nestes locais.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário