A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/03/2011 11:34

Trio é preso por tentar clonar cartões bancários em Campo Grande

Nadyenka Castro e Ítalo Milhomem

Eles danificaram caixas eletrônicos

Trio preso e equipamentos usados para aplicar o golpe. (Foto: Ítalo Milhomem)Trio preso e equipamentos usados para aplicar o golpe. (Foto: Ítalo Milhomem)

Bruno Cesar Figueira, Ailton Nogueira da Silva e André Lima de Azevedo, todos de 27 anos, foram presos por tentarem clonar cartões bancários em Campo Grande. Um é do Rio Grande do Norte e dois de São Paulo.

Eles instalaram em caixas eletrônicos equipamentos conhecidos como chupa-cabras para, através deles, conseguir dados de contas e de cartões de crédito.

Com os dados em mãos, a intenção deles era fazer compras de produtos eletrônicos pela internet. As mercadorias seriam revendidas e o dinheiro obtido seria dividido entre os quatro envolvidos no crime: Bruno, Ailton, André e um quarto integrante.

Este quarto envolvido ainda não foi identificado e, segundo a Polícia Civil, foi quem financiou a estadia do trio em Campo Grande e também a compra dos equipamentos usados para aplicar o golpe.

De acordo com o Garras, o trio chegou a Capital no início do mês, se hospedou em um hotel e nos dias 12 e 13 instalou os equipamentos em caixas eletrônicos de duas agências do Banco do Brasil – avenida Mato Grosso e Ricardo Brandão – e Sicredi da rua Maracaju.

Eles desativavam o caixa eletrônico e sob o verdadeiro, instalavam um simulacro com dispositivo para cópia de senhas. São utilizados também celulares e notebooks.

Conforme o Garras, o trio já atuava há dois anos neste tipo de golpe, em Campo Grande e no Rio de Janeiro. Sendo que desta última vez vieram para Capital no início do mês e, de acordo com a Polícia, não fizeram nenhuma vítima.

O Garras chegou até eles através das imagens do circuito de segurança. Bruno foi o primeiro a ser identificado. Eles foram presos na noite de sábado quando compravam fita adesiva dupla face, usada para “colar” os eletrônicos no caixa, em um supermercado.

Bruno já esteve preso no Rio de Janeiro, e, de acordo com o Garras, disse que aprendeu o golpe na cadeia. Ele é de São Paulo, assim como André. Ailton é do Rio Grande Norte.

Eles foram autuados por formação de quadrilha e tentativa de furto.

Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...
Mau atendimento e buracos em pista atrapalham alunos em prova do Detran
O mau atendimento prestado por alguns dos examinadores e buracos presentes na pista de provas do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions