A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

21/08/2019 12:38

Um ano depois do início das obras, asfalto chega ao Jardim Botafogo

Prefeito participou da entrega da obra onde tem morador que esperou 45 anos pelo pavimentação

Izabela Sanchez
Prefeito Marquinhos Trad (PSD) durante a solenidade de entrega das obras (Foto: Izabela Sanchez)Prefeito Marquinhos Trad (PSD) durante a solenidade de entrega das obras (Foto: Izabela Sanchez)

Em meio ao poeirão que ainda se levanta da terra batida onde o asfalto não chegou no Jardim Botafogo, região Centro-Oeste de Campo Grande, já tem moradores comemorando nesta quarta-feira (21). Exatamente um ano depois do início, a Prefeitura entregou, nessa manhã, as obras de pavimentação. A Rua Mirai foi o ponto escolhido para a solenidade.

Por ali, há quem não viu asfalto por 45 anos. “É qualidade de vida”, opinou a aposentada. Valdete Guedes de Oliveira, 63. A líder comunitária Maria Lúcia Porto, 50, afirma que muitos protestos ocorreram para que a obra saísse do papel. “Foi muito cobrado, há mais de oito anos”, diz.

A Prefeitura quase perdeu os recursos para começar a obra, uma emenda prestes a vencer apresentada pelo então deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM), em 2011. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) e a coordenadora da Central de Projetos, Catiana Sabadin, foram à Brasília para prorrogar o convênio com a Caixa Econômica Federal até o fim de dezembro de 2018. Do total de R$ 1.332.560,82, R$ 113.248,53 foram contrapartida do município.

“É verdade, como uma série de outras que tiveram que ser recuperadas, algumas delas até com pagamento imediato da contraprestação da prefeitura, até pra que a gente não sofresse multa da união federal”, comentou Marquinhos sobre a obra.

O prefeito ainda declarou que o asfalto do bairro faz parte de uma lista de obras a serem finalizadas. “Essa foi uma daquelas que a gente conseguiu recuperar e é assim que a gente tem feito, buscando terminar aquilo que foi iniciado por outros gestores, independente de nome ou de sobrenome, dinheiro é do povo, e eu estou terminando as obras que foram deixadas, para depois começar as obras que eu gostaria de colocar na nossa cidade”, disse.

A frente de trabalho contempla 46,86 m² de galerias de águas pluviais e 15.845,00 m² de pavimentação de 12 ruas e várias vias do bairro. O secretário de obras da Prefeitura, Rudi Fioresi lembrou das tentativas de resgatar recursos quase suspensos “principalmente em uma época de dificuldades”. Segundo o secretário, aproximadamente 1 mil km ainda esperam por asfalto em Campo Grande.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions