A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/09/2016 14:59

Usando nomes falsos, casal vendeu 18 terrenos na região do Nova Lima

Adriano Fernandes e Luana Rodrigues

Usando documentos falsos, um casal enganou pelo menos nove construtores com a venda de lotes de terceiros, no bairro Nova Lima, em Campo Grande. Ao todo, 18 terrenos foram negociados, sem que a verdadeira dona dos imóveis soubesse das transações.

Os endereços ficam entre a Avenida Dona Carlota Joaquina com a Rua Firmo Cristaldo e a Rua Júlio Prestes com a Padre Antonio Franco, no bairro. Com uma carteira de identidade falsa, uma mulher e o marido, ofertavam os lotes como sendo do casal.

O crime foi descoberto depois que os tabeliães do 3° Cartório do Oficio de Notas de Campo Grande passaram a desconfiar do valor abaixo do mercado que os terrenos estavam sendo vendidos. O caso foi denunciado à polícia, que confirmou a identidade falsa da mulher.

Em contato com a verdadeira proprietária dos imóveis, ela confirmou que não havia posto a venda nenhum dos seus terrenos. Nove construtores prestaram queixa de estelionato contra o casal, que ainda não foi encontrado pela polícia – a polícia ainda não sabe os verdadeiros nomes da dupla.

“No momento, estamos procurando identificar as verdadeiras identidades dos criminosos por meio das imagens de segurança do cartório, depoimento das vítimas, para tentar traçar uma linha de investigação mais precisa”, comentou o delegado titular da Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Defraudações e Falsificações), Maércio Alves Barboza.

Ao Campo Grande News, a proprietária dos terrenos disse apenas que não faz ideia de quem possa ter usado seu nome para tentar aplicar o golpe. O caso foi registrado como estelionato na Dedfaz (Delegacia Especializada de Repreção a Crimes de Defraudações, Falsificações).

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions