ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Usuária de drogas furta e ateia fogo em casa de violeiro no Campo Nobre

Homem perdeu praticamente tudo e precisa de doações de roupas, móveis e alimentos

Ana Oshiro e Mariely Barros | 05/09/2022 10:18
Casa de violeiro ficou destruída pelas chamas (Foto: Henrique Kawaminami)
Casa de violeiro ficou destruída pelas chamas (Foto: Henrique Kawaminami)

Osvaldo Fransico Viana, violeiro de 63 anos, morador na Rua Adélia Salomão Siufi, no Jardim Campo Nobre, teve a casa incendiada no último domingo (4) por uma usuária de drogas de 24 anos que ele acolhia na residência. Ele perdeu quase tudo e pede ajuda para recomeçar.

Ao Campo Grande News ele contou que há seis meses abrigou a jovem que se identificou como "Dandara", em troca de trabalhos domésticos, a mulher morava com ele. "Ela me roubou esses tempos atrás e expulsei ela, mas depois de um tempo me pediu desculpas, disse que não faria mais isso e voltou a morar comigo", conta ele.

Osvaldo conta que levou pedrada na cabeça e perdeu tudo em incêndio (Foto: Henrique Kawaminami)
Osvaldo conta que levou pedrada na cabeça e perdeu tudo em incêndio (Foto: Henrique Kawaminami)

Conforme o violeiro, no último domingo "Dandara" roubou R$ 300 da carteira dele, então a expulsou de novo e a perseguiu para reaver o dinheiro. "Durante a briga ela me deu uma pedrada na cabeça e fugiu, corri uma quadra ainda atrás dela pra pegar meu dinheiro, mas cansei e voltei pra casa. Quando estava chegando um vizinho avisou que minha residência tava pegando fogo e que ela tinha passado correndo por ele", explica.

Quando chegou em casa encontrou tudo em chamas e acionou o Corpos de Bombeiros Militar, mas quase nada foi salvo. "Não deu tempo, perdi móveis, alimento, roupas e minha viola que usava pra trabalhar", desabafou o homem, que passou a noite com ajuda dos vizinhos.

Ele registrou boletim de ocorrência contra "Dandara" e pede doações para a população. Quem puder ajudar, pode entrar em contato com Osvaldo pelo telefone (67) 99183-0294, telefone de uma vizinha que emprestou o número para ajudar o violeiro.

Nos siga no Google Notícias