ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  29    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Viação Floresta deixa Consórcio do transporte urbano e surpreende funcionários

Por Kleber Clajus | 24/11/2013 16:52

Desde sábado (23), a Auto Viação Floresta Cidade de Rio Branco Ltda. não atua mais em Campo Grande. A empresa era contratada, desde novembro do ano passado, pelo Consórcio Guaicurus para reforçar a frota com 84 ônibus. Funcionários foram surpreendidos com a suspensão, mas devem ser direcionados para as quatro empresas que compõe a concessionária de transporte coletivo.

O eletricista Christopher Ramborger Antunes, 25 anos, disse que foi estranho chegar a empresa e ver as portas fechadas, mas que após reunião ontem ficou definida a distribuição dos funcionários. “Ninguém perdeu o emprego e pudemos escolher a empresa mais próxima de casa para trabalhar. Agora preciso que a escala possa permitir que eu continue estudando”, relata Christopher, que é estudante universitário.

A Auto Viação Floresta é investigada pelo MPE (Ministério Público Estadual) por atuar em Campo Grande sem autorização da prefeitura. Em Rio Branco (AC), a empresa é cobrada pela prefeitura na Justiça para o pagamento de R$ 1.056.031,25 referentes ao ISS (Impostos sobre Serviços).

De acordo com o diretor do Consórcio Guaicurus, João Rezende Filho, a “Viação Floresta tinha um entendimento comercial com o consórcio, mas não tem nenhuma ilegalidade nisso”. A empresa supria a ausência da Viação Serrana, que fechou por dívidas trabalhistas.

Em novembro do ano passado, a Viação Floresta teria tentando ingressar no grupo formado por Jaguar, Cidade Morena, Viação São Francisco e Campo Grande, mas não foi possível “por uma questão de documentos entregues fora do prazo”.

Sem prejuízo - João Rezende garante ainda que a população não será prejudicada com o término do contrato, uma vez que o Consórcio adquiriu 84 novos ônibus adaptados, no valor de R$ 25 milhões, que substituirão a frota “emprestada”.

Sobre os profissionais, o diretor do Consórcio Guaicurus ressalta que estes só vão mudar o ponto de partida, sendo alocados na garagem das quatro empresas integrantes da concessionária.

O Consórcio Guaicurus opera desde o dia 26 de novembro de 2012 o sistema de transporte coletivo de Campo Grande, após vencer licitação para a concessão do serviço por 20 anos. Atualmente ele dispõe de 580 ônibus em operação na Capital.

Nos siga no Google Notícias