A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/07/2011 08:48

Vigia de posto de combustíveis é espancado até a morte por lutador de jiu-jítsu

Francisco Júnior e Viviane Oliveira

Autor foi preso em flagrante

Airton Colognesi chega à DEPAC preso. (Foto: Pedro Peralta)Airton Colognesi chega à DEPAC preso. (Foto: Pedro Peralta)

O vigia Adelson Eloi Nestor de Almeida, de 46 anos, foi espancado até a morte na madrugada desta quinta-feira em um posto de gasolina na avenida Tamandaré, bairro Jardim Seminário, ao lado da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), em Campo Grande.

De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta da meia noite e meia desta quinta-feira, no posto Antares. A vítima estava trabalhando quando flagrou Airton Colognesi, 30 anos, passando no meio das bombas de combustíveis.

O vigia abordou o rapaz e o mandou sair de dentro do posto, informando que o local era propriedade particular e já estava fechado. Airton não gostou de ser advertido por Adelson, e os dois começaram a discutir, informa a Polícia.

A discussão terminou em agressão. A vítima tentou escapar do autor e correu para uma borracharia que fica ao lado do posto. Lá, Airton usou uma barra de ferro para golpear a cabeça de Adelson, que teve o rosto desfigurado e morreu caído na calçada.

A polícia foi acionada por duas pessoas que passavam pela região e presenciaram o crime.

O autor foi preso em flagrante por policiais do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) deitado em um gramado em frente da universidade. Conforme a PM, ele estava embriagado.

Em depoimento na delegacia, Airton alegou legítima defesa. Porém, de acordo João Eduardo Davanço, delegado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) que atendeu a ocorrência, a versão dele não procede devido ao estado que ficou o corpo da vítima.

Airton disse que é lutador de jiu-jítsu e que já praticou boxe. Ele foi autuado por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

O posto de gasolina possuí câmeras de vigilância, mas de acordo com funcionários do estabelecimento, elas estão desativadas.

Pedro da Silva, de 44 anos, proprietário da borracharia, disse para a reportagem do Campo Grande News que conhecia a vítima e, que como mora no local, acredita que o vigia correu para lá com intuito de pedir sua ajuda.

Porém, Pedro relata que esta noite não dormiu na borracharia, mas que se estivesse lá também teria sido vítima do agressor.



Galera, primeiramente gostaria de deixar bem claro que o fato desse lixo se dizer um "lutador" de jiu jitsu não possui em nada vinculos com a Arte Suave. Sou praticante de jiu jitsu a muito tempo entre outras artes marciais e nunca fui de me envolver em brigas, as vezes que me envolvi foi para me defender ou defender alguém próximo a mim. Por causa de algumas pessoas, ainda hoje em dia, o brazilian jiu jitsu e similado a pessoas que gostão de confusões mas o sentido não é esse. Assim como em todo esporte e profissão sempre vai existir uma banda podre que vai sujar o nome de tal arte, isso é batata, mas nós, atletas de jiu jitsu, em grande maioria buscamos o equilibrio entre as coisas, não caçamos brigas mas também não somos covardes. Busquem uma academia de BJJ Gracie Barra e entenderão.
 
Diego Wystan em 28/01/2014 12:37:43
Antes de tudo, gostaria de dizer que lamento muito.. “ muito mesmo” a morte do segurança do posto, e que em nenhum momento eu tive a intenção de matalo, mais sim de me defender de uma pessoa despreparada que não tinha nenhuma condição de exercer esta função, devido a varias passagens pela policia por lesão corporal e outros, o impedindo de possuir a G.N.V ( Carteira Nacional de Vigilante ) que capacita o individuo a exercer tal função. Gostaria de dizer tbm que tudo se resolveria com uma simples conversa e que não tinha necessidade dele me abordar e me agredir com tamanha violência e arrogância. Tbm gostaria de deixar bem claro o que se passa pela mídia, não chega nem perto da verdade dos fatos e que os senhores estão equivocados em julgar algo q não presenciaram. A mídia manipula as informações e apresenta as mesmas de maneira espetaculosa e sensacionalista pra dar mais ênfase a noticia, resumindo ( Ibope ) , não levando em consideração que tais eventos podem destruir a vida social e profissional de uma pessoa de bem como eu, que chamei a policia e permaneci no local, e em nenhum momento eu pensei em fugir tanto é , q fiquei na esquina, sentado esperando eles chegarem pois tbm precisava de cuidados médicos devido aos golpes de ( BARRA DE FERRO ) que sofri e tbm minha pressão arterial que deveria estar muito alta pois sou hipertenso, e estava com um sangramento nasal muito forte . O sangue que a mídia incansavelmente frisou que seria do Nestor, era o meu próprio sangue que quando eu me sentei, eu posicionei minha cabeça entre as pernas, sujando assim as minhas roupas especialmente as minhas calças, na altura da virilha.
Pessoal, talvez se eu tivesse fugido, eu seria mais um procurado pela policia e talvez vcs teriam acesso as imagens da câmara de segurança que pra mim ( FILMOU TUDO), só que por um evento misterioso e ainda não explicado elas não fizeram as imagens ( NAQUELE DIA...). Mais que com certeza seria revelada pela mídia se eu fosse fugitivo. Ai sim vcs não teriam nada o que falar de mim... A não ser o que ocorreu, foi uma grande fatalidade , e que o verdadeiro culpado não é nem o Nestor, mais sim a pessoa que o contratou.. ( O DONO DO POSTO ) .

Em questão dos fato de eu ter praticado jiu jitsu... Sim, eu pratiquei por 6 (seis) anos como qualquer outro esporte, lembrando que este foi o único esporte que foi citado pela mídia , Mais falei tbm que fui campeão de natação por 3 anos consecutivos no SESI de Mato Grosso , ginasta da Facudade Federal de Mato Grosso por mais de 4 (quatro) anos e praticava ciclismo nos fins de semana. Teve um evento que participei de boxe amador em Cuiabá que fui convidado pela academia onde eu malhava e praticava jiu jitsu no qual eu fiquei em 4º lugar e por isso eu Airton Colognesi, programador , casado, pai de 3 filhos fui rotulado como (EX_LUTADOR DE JIU JITSU) como se eu fosse um cara que participava de todos os eventos da categoria em meu estado.
Graças a o conhecimento e destreza que adquiri praticando estes esportes em minha adolescência, pude me defender e tirar a barra de ferro das mãos dele por mais de 2 (duas) vzs , lembrando que em nenhum momento eu a usei.
 
Airton Colognesi em 21/10/2011 04:37:03
DO JEITO QUE ANDA O PAIS E A NOSSA JUSTIÇA, NAO SEI NAO. CADA DIA QUE PASSA MINHA VOTANDE DE EXERCER MEU DIREITO DE VOTO FICA MENOR, POIS O BRASIL SO VAI MUDAR O DIA QUE O VOTO DEIXAR DE OBRIGATORIO.
PENSANDO BEM ISSO NAO VAI ACONTECER.
 
Andre luiz em 08/07/2011 07:39:45
Do jeito que as coisas vão, com o Estado inoperante e o Judiciário soltando criminosos, breve iremos fazer "justiça" com as próprias mãos.
 
ARAL CARDOSO em 07/07/2011 12:45:28
Gostaria que toda essa violência fosse exterminada a face da terra... as pessoas perderam o valor pela vida, e se tornaram meros matatores, que matam somente por prazer de ver o sofrimento das vítimas... é triste quando a perda faz parte de nossa vida, ainda mais quando a mesma acontece sem dar chance de defesa á vítima. Peço a Deus que conforte os famíliares de Adelson, dando a eles força para continuar a caminhada.
 
Karen Silva dos Santos em 07/07/2011 11:37:20
conforme a materia diz que ele matou com
pauladas, isso nao se aprende na Arte suave, ele deve ser um bandido
que tem que ser punido no rigor da lei, o que nao pode e punir o nome
da arte que tem muitos pessoas do bem que praticam.
 
joao cordeiro em 07/07/2011 11:16:00
É muita violência !!! Raiva !!! Ignorância !!! descaso com a vida alheia.
A sociedade está vivenciando uma geração de inversão de valores em que a vida alheia é a que menos vale, os meus desejos, sonhos, ganhos, iras, caprichos, vale e tem muito mais importância.
 
jose antonio em 07/07/2011 11:10:44
Mais um lutador machão. Mais um corpo de trabalhador no exercício da função. Lamentável...
 
Gabriel Ramos em 07/07/2011 11:03:53
Sou professor de educação física, e até quando vamos continuar vendo atrocidades como essa, ou é despreparo do professor desse verme, com respeito au nome professor.ou é esse crapúla desse Ailton que se acha o bom.E se o vigia tá armado e mata um verme desses. Esperamos que o conslho (cref), faça um levantamento de professores ou treinadores para que atitudes como a desse canalha não volte a acontecer, É mais uma familia que chora por justiça, e tem o apoio desse profissional, e que a justiça faça sua parte,é bem capaz que amanhã estara na rua rindo da cara da familia, com essa lei nova. Só por deus, a familia contrate um pistoleiro e o mate, não da nada mesmo.
 
edivaldo da silva cabral em 07/07/2011 10:53:14
É amanhã vai estar nas ruas fazendo mais vitimas, a desculpa, tadinho é bipolar.... e por ai vai. As pessoas estão perdendo o temor e respeito por Deus. Tudo é na base da agressão, e a desculpa é a bebida e a bipolaridade.
 
silvia dos santos pereira em 07/07/2011 10:52:24
Pessoal, gostaria de deixar claro, que agredir pessoas, de qualquer forma, principalmente utilizando uma barra de ferro, não tem nada a ver com Jiu-jitsu!
Esse animal, que matou uma pessoa que estava trabalhando para ganhar o pão, não pode ser considerado lutador de Jiu-jitsu (a tradução de Jiu-jitsu para o Português é: Arte Leve, pois não se baseia no principio da força, e sim da técnica, para imobilizar o adversário no esporte). Em Jiu-jitsu não se pratica socos, chutes... neim tão pouco agressões com armas branca de qualquer natureza.
Começei a treinar Jiu-jitsu à cerca de três mêses, e garanto que eu, assim como 99% das pessoas que praticam este esporte, não saem pelas ruas agradindo as pessoas.... isso é coisa de maloqueiro... de bandido.
Quando lí o título desta notícia, resolvi deixar esse comentário, pois por vezes a mídia, por falta de conhecimento do assunto, dá à entender para os leitores, que esse tipo de atitude ocorreu pelo fato do agressor ser praticante de artes marciais, neste caso específicamente o Jiu-jitsu!
Artes marciais (todas elas) são esporte, e não violência.
Convido aos leitores, à assistir ou participar de um treino de Jiu-jitsu, para costatar na realidade meus argumentos neste comentário.
 
Celso Barbosa Martins Neto em 07/07/2011 10:50:48
Me revolta ler esses tipos de reportagens... Como um "..." desse espanca um senhor trabalhador e depois alega legistima defesa. Espero com esperança que esse meliante pegue a pena máxima diante de um juri popular. Que esse.... possa receber sua pena, pois tirar a vida assim de um ser humano é inaceitável. Esses guardas na maioria sao senhores aposentados e que nao tem instrunçao de como abordar " meliantes" para nao dizer coisa pior, por isso sofre esses ataques brutais. Fica um alerta aos guardas, por mais que voces queiram ser zelosos, nao se arrisquem, chamem a policia que quero ver se esse ... são valentes diante de uma guarnição com tres homens.
 
alex santos em 07/07/2011 10:50:10
Mais um crime que podera acabar na impunidade..VIVA BRASIL ..VIVA POLITICOS..VIVA A IMPUNIDADE DESSE PAIS...QUE SERA DE pais de terceira quarta quinta e de ultima...VIVA A CORRUPCAO.. VAMOS DA UM BASTA..VAMOS REAGIR POVO BRASILEIRO..LUTADOR E GUERREIRO...BASTA.......
 
Paulo Cesar Santps em 07/07/2011 10:49:07
Embriagues não justifica tamanha covardia!
 
Gustavo Nicolau em 07/07/2011 10:40:20
nossa as vezes nem acredito nas coisas que estou lendo ,como tem pessoas desumana, so quero ver o que vai acontecer com esse cara que tirou a vida de um trabalhador ,com esposo e filhos para criar ,,,,,,
 
ANA PAULA PINTON em 07/07/2011 10:24:22
gostaria de saber o que leva um ser humano fazer isso com o outro, parece coisa de pessoa que vive com odio do mundo, o que estaria fazendo nesse horario dentro de um posto de gasolina, noite fria, esquisito isso, parece que tem mais coisa por tras disso.
 
luiz fernandes em 07/07/2011 10:23:03
E mais um que usa artes marciais para fins que elas nao tem,esta na hora de fiscalizarem melhor as academias e as pessoas que nelas trabalham e fazem aulas.
 
marcelo argemon em 07/07/2011 10:07:21
Absurdo, muita covardia...
Agredir até a morte um idoso que estava trabalhando..
 
Rodolpho Souza em 07/07/2011 09:57:00
Nossa,as pessoas precisam de Deus no coração,como pode matar assim sem nenhuma culpa,uma pessoa que esta trabalhando,exercendo a sua função,para que no fim do mes leve seu salario para casa,fico me perguntado onde vamos parar com tanta violência,pessoas morrem todos os dias simplesmente por morrer.Agradeço a Deus todos os dias por cuidar de mim e da minha família,nos resta pedir por misericórdia em favor das famílias dos inocentes que morrem todos os dias,vítimas da crueldade de pessoas que não sabem o valor da vida!!
 
alessandra andrade em 07/07/2011 09:23:14
Já adianto que não vai dar em nada assim como no caso Brunão...
Matar na bala não pode agora arrebentar na porrada tá liberado!
 
Philipp Ernesto em 07/07/2011 09:06:38
A violência, não têm nada haver com Artes Marciais(todas são belas, quando praticadas com disciplina, ensinadas por pessoas capacitadas e éticas).
O álcool potencializa a AGRESSIVIDADE interna de cada um. O cara ser for agressivo, vai beber arrumar encrenca e bater no primeiro que aparecer até matar.Caso contrário,vai beber e dormir.
Agora existem alguns cidadãos, que são altamente violentos e procuram nas "academia de malacos"(locais que identificam com sua personalidade), aprender alguma coisa (uma mistureba) e saem falando que são faixa preta.
Desconheço, alguém que venha de uma boa formação familiar, personalidade tranquila, equilibrada, praticante de Artes Marcias ( Karatê, Judô, Muay Thai, Jiu- Jítsu,etc...), aluno de uma conceituada academia e consequentemente instruido por um bom Mestre, que sai pelas ruas arrebentando as pessoas até a morte. Atitude, como a praticada por esse Monstro é coisa de gente doente...
Não vamos colocar a culpa nessa ou naquela Arte Marcial. Como podemos ver, todos envolvidos em casos de mortes ou forte agressão foram praticados por Mentes Doentias, que usam suas drogas lícitas(álcool) ou ilícitas ( cocaína e outras porcarias) como escudo contra suas fraquezas internas. Reagem ao mundo, com agressão para monstrar ao meio uma falsa imagem( que são "fortes e poderosos" ).
 
neyde de oliveira em 07/07/2011 08:57:50
ta me parecendo mais um caso de viciado de droga doidão que sai na rua aprontando
se ja tava bebado quem nao garante drogado

vai libera a droga e ve o que dá!

vai morrer mais gente


 
MARCEL DOS SANTOS NOBRE em 07/07/2011 07:50:00
É que agora virou moda os "filhinhos" de vc´s sabem quem sairem por ai, batendo nas pessoas e se dizerem lutadores de uma arte tão esplendorosa que é o jiu-jitsu, mas quem realmente o é ,sabe que não é assim que se porta um real lutador. Meus pêsames a mais uma familia enlutada, e espero que esse Lutador de M. apodreça na cadeia e que encontre um SIMPATICO para ele lutar no xadres que é o lugar dele.
 
Kelly Oliveira em 07/07/2011 07:43:27
Meu colega Celso vc está com o seu jui-jitsu bem vencido. Hoje em dia dependendo do professor vale tudo.
 
Elaine de Almeida Cunha em 07/07/2011 05:57:53
Isso não tem nada a ver com o caso do Brunão. Um "matou" com um soco, ninguém mata por querer alguém com um soco. E esse aí com uma barra de ferro, o que é bem diferente. Não adianta ficar com raiva, a lei brasileira é feita pelas autoridades que nós mesmos colocamos no poder, e se ela existe, é por meio dela que deve-se fazer a Justiça, e não por meio de revoltas ou pré-julgamentos de qualquer pessoa. Se o que cada um quer é um Brasil melhor, com menos violência, olhe primeiro para dentro de si mesmo, corrija-se e corrija a sua família, dentro de sua casa. E também valorize o seu voto, e faça com responsabilidade cada tarefa sua como cidadão, o dever do juiz é julgar, o nosso é confiar na Justiça e não pagar com violência a violência do mundo. Foi um lutador de artes marciais, mas poderia ser qualquer outro homem sem Deus no coração e sem juízo, que estivesse bêbado e achasse uma barra de ferro em um momento de ódio.
 
Maria Santos em 07/07/2011 04:55:50
Covarde,covarde, porque ele não pegou alguem do tamanho dele?foi buscar alguem trabalhador para dabafar a revolta que tem dele mesmo,deve ser um ninguem, e sabe disso. Mas :que as autoridades dêem a ele o que merece, e que amanhâ não esteja nas ruas desabafando suas magoas em cima dos outros, se bebeu? vai dormir!
 
teresa moura em 07/07/2011 04:36:14
Resumo da ópera..........
Com a péssima qualidade da justiça brasileira, onde depois de 5 anos de curso, os formandos em direito no Brasil não conseguem nem 30% de aprovação na prova da OAB, a IMPUNIDADE E A FRAGILIDADE DAS PENALIZAÇÕES no Brasil é o que norteiam esses marginais.
Falta "capacidade" e boa vontade para que governantes e jurídicos tomes decisões para acabar com isso.
Para sanar o défict de vagas nos presídios o congresso + o supremo tribunal aprovam a famosa lei da liberação de presos.
Medidas drásticas presisam ser colocadas em práticas, como o trabalho obrigatório a todos os presos em troca de sua comida, roupas e colchões.
Se os presos não quiserem trabalhar, que morram de fome e frio (que é o que acontece com um cidadão honesto)
E se os direitos humanos não gostar, que levem os marginais para a casa deles.

PRESISAMOS DE UM BASTA NA IMPUNIDADE
 
Nilton Cavasini em 07/07/2011 01:23:37
Por que eu naum encontro uns lutador desse pra mi pegar tbm eu queria q fosse comigo ai iria ser legal eu gosto de bate nus bravinhos assim.
 
Jackson Franco Campozano em 07/07/2011 01:20:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions