A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/06/2014 12:21

Vigilância recolhe produtos irregulares em unidade do Extra na Capital

Aliny Mary Dias
Itens foram colocados em sacos plásticos e em carrinhos do mercado (Foto: Aliny Mary Dias)Itens foram colocados em sacos plásticos e em carrinhos do mercado (Foto: Aliny Mary Dias)

Ação conjunta do MPE (Ministério Público Estadual), do Procon, da Polícia Civil e da Vigilância Sanitária recolheu vários produtos das gôndolas do Extra Hipermercado, situado na Rua Joaquim Murtinho, em Campo Grande. Foram retirados carrinhos lotados de mercadorias desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (11).

O técnico da Vigilância Sanitária, Leonardo Azambuja Jacarandá, explica que a inspeção foi feita a pedido de ação do MPE, que apura irregularidades no armazenamento de produtos no setor da refrigeração do mercado e o rótulo dos produtos, principalmente aqueles de origem animal.

Durante a ação de hoje, foram recolhidas linguiças, queijos, mortadelas e outros itens que estavam fora da temperatura indicada na embalagem e outros com problemas no rótulo. Segundo a vigilância, em alguns produtos, a data de fabricação marcada no item é de uma data futura.

A partir de agora, todos os itens farão parte de um processo administrativo aberto pela Vigilância e as multas ao supermercado podem variar de R$ 10 a R$ 15 mil. O montante total recolhido durante a inspeção será divulgado durante a tarde.

Apesar de funcionários do Extra acompanharem o recolhimento dos produtos, ninguém do mercado quis falar com a reportagem sobre o assunto.

No dia 29 do mês passado,a mesma operação recolheu produtos vencidos no Maxxi Atacadista, da multinacional norte-americana Walmart e integrante da maior rede de supermercados do mundo. Também foram flagrados alimentos mal acondicionados.

Foram encontrados pacote de queijo parmesão com validade vencida desde 12 de fevereiro deste ano, feijão vencido em abril e 48 bandejas de iogurte impróprias para o consumo desde 26 de maio. O supermercado foi autuado por determinação da Justiça, que acatou pedido do Ministério Público Estadual.

 

Polícia Civil também acompanhou ação (Foto: Stephanie Romcy)Polícia Civil também acompanhou ação (Foto: Stephanie Romcy)


Sexta passada comprei uma cartela de ovos de codorna no mesmo supermercado e em casa, ao abrir a cartela de ovos, tive a grande surpresa: ela estava com larvas e com ovo podre! Voltei ao supermercado e constatei que todos os produtos que estavam em exposição encontravam-se no mesmo estado!
Absurdo sem tamanho! Falta de respeito com os consumidores!
E ainda tentam justificar, dizendo que a culpa é do funcionário do setor, que não presta atenção no serviço dele!
 
Tassiana Barbosa em 11/06/2014 16:15:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions