A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/04/2012 10:49

Vizinhos que ninguém quer ter: casas e terrenos no Caiçara são problema

Paula Vitorino
Casa abandonada causa medo em vizinhos. (Fotos: Minamar Júnior)Casa abandonada causa medo em vizinhos. (Fotos: Minamar Júnior)
Um dos cômodos da casa. Um dos cômodos da casa.

Os vizinhos que ninguém quer ter, casas e terrenos abandonados são sinônimos de problemas para os moradores do bairro Caiçara, em Campo Grande. Os vizinhos reclamam da sujeira, dos insetos e da insegurança provocada pelos locais.

“Tenho medo que alguém se esconda na casa e pule para a minha. Temo pela segurança da minha família”, diz a moradora Maria Rita Barcelos, de 64 anos, que mora ao lado de uma casa abandonada há cerca de 10 meses.

Segundo os vizinhos, os antigos proprietários venderam o imóvel, mas os novos donos nunca apareceram. A casa está abandonada, com lixo e entulho no interior.

A insegurança também é em relação a saúde, já que o local ainda pode servir de criadouro para mosquitos da dengue e leishmaniose, além de diversos animais peçonhentos.

Moradora diz que vizinhos tem que vigiar imóvel abandonado para garantir segurança. Moradora diz que vizinhos tem que vigiar imóvel abandonado para garantir segurança.

“Já reclamamos várias vezes com a agente de saúde, no posto, mas ninguém sabe dar uma satisfação. A gente sabe que a dengue está aí e nossa saúde fica em risco com um local como esse”, diz.

A moradora em frente ao imóvel abandonado pegou dengue nas últimas semanas. Outra vizinha, Maria Barbosa de Oliveira, de 55 anos, diz que diante do descaso do proprietário e do poder público são os próprios vizinhos que acabam “vigiando” o local para garantir a segurança.

“A gente está sempre cuidando. Um vizinho colocou cadeado pra dificultar que entrem na casa, estamos sempre alertando os agentes de saúde e passando veneno”, diz.

Mato - Já a vizinha de outra casa vazia, Arlete de Araújo, de 81 anos, resume o problema. “A gente cuida do nosso quintal, mas tem essas casas vazias que ninguém cuida. São um problema esses locais”, reclama.

A casa está à venda e, segundo ela, o proprietário sempre aparece para monitorar o imóvel, mas mesmo assim o local vazio gera incômodo. Com as chuvas fortes das últimas semanas, uma árvore caiu e está tampando toda a calçada do imóvel.

Quase em frente ao local, um terreno tomado pelo mato alto também causa transtornos. “Tem que dá um jeito de limpa esses terrenos. As pessoas compram e depois deixam abandonados, aí junto mato e lixo, mesmo”, alerta o morador Darci Soares, de 70 anos.

Árvore está ocupando toda a calçada de casa para vender, no bairro Caiçara. Moradora reclama dos transtornos. Árvore está ocupando toda a calçada de casa para vender, no bairro Caiçara. Moradora reclama dos transtornos.
Agentes fazem borrifação nos bairros com focos de dengue, principalmente, em terrenos abandonados. Agentes fazem borrifação nos bairros com focos de dengue, principalmente, em terrenos abandonados.

Medidas - Para evitar que locais abandonados se tornem criadouros do mosquito da dengue, a Secretaria Municipal de Saúde realiza borrifação em regiões onde é registrado caso dengue.

Nesta manhã equipes da Sesau percorreram as casas da região onde o Campo Grande News esteve. O agente de combate Waldermison de Nascimento ainda chama a atenção para os cuidados que os próprios moradores devem com suas casas.

“Cada um tem que cuidar da sua casa também, encontramos muitos focos de mosquito em imóveis com moradores”, diz.

No caso de imóveis abandonados, a Prefeitura Municipal informou que a população deve ligar para o Centro de Controle de Vetores, no telefone 3314-5016. Uma equipe vai até o local para checar a denúncia e, mediante autorização judicial, entra no imóvel para fazer vistoria.

Já no caso de terrenos abandonados, a população deve ligar para o telefone 3314-3151. Os proprietários são responsáveis por conservar as áreas, que não podem ficar abandonadas ou com mato e lixo.

O proprietário que descumprir a exigência pode ser notificado, recebendo o prazo de 30 dias para regularizar a situação. Se mesmo assim o terreno não for limpo, o proprietário pode receber multa que varia de R$ 1.542 a R$ 6.170 mil.



e ainda estão pedindo 100 mil em um terreno 12x30 lá !!!!
 
Sidney Souza em 11/04/2012 08:26:51
Estou de pleno acordo com a Maira Mendes é só começarem a invadir essas casas e esses terrenos que os irresponsáveis dos donos aparecem.
 
ana GOMES em 10/04/2012 03:50:42
é só alguém q realmente precisa de um canto prá morar invadir q logo vai aparecer o dono,espere e verá.
 
maira mendes em 10/04/2012 02:31:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions