A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

11/05/2016 17:37

Voltando do mercado: menina de 8 anos morre atropelada em cruzamento

Michel Faustino e Antonio Marques
Corpo da menina ficou no local e familiares desolados choravam pela morte. (Foto: Silas Lima)Corpo da menina ficou no local e familiares desolados choravam pela morte. (Foto: Silas Lima)

Uma menina de oito anos morreu, na tarde desta quarta-feira (11), após ser atropelada por um veículo Renault Clio, com placas de Camboriú-SC, no cruzamento da Avenida Pôr do Sol com a Rua Urquiza, no Jardim Aeroporto, em Campo Grande. Emanuele Vitória Martins tinha acabado de sair de um mercado e morreu a caminho de casa.

Segundo informações de testemunha, a menina tinha comprado um pacote de bolachas no estabelecimento e retornava para sua casa, que fica próxima ao local do acidente, momento que, ao tentar cruzar a via, foi atingida pelo carro. Ela estava a bordo de uma bicicleta que ficou retorcida em decorrência da colisão.

Conforme os relatos, um veículo de transporte de valores estava estacionado em frente ao mercado, o que teria dificultado a visão da criança. Sem ver a aproximação do veículo, ela entrou na via e acabou sendo atingida. A menina não resistiu e morreu logo em seguida.

O motorista do Clio, identificado como Bruno Eugênio Pereira, foi detido e encaminhado para a 7ª Delegacia de Policia Civil, no bairro Santo Amaro, para prestar esclarecimento. O corpo da vítima permanece no local a espera da perícia. O local está interditado.

Conforme Eder Nunes, proprietário do estabelecimento, há pelo menos cinco anos os moradores pedem que a sinalização no local seja reforçada para tentar coibir o excesso de velocidade na Avenida Pôr do Sol, que segundo ele, é constante por parte de motoristas.



Não acredito que vão dizer que a culpa de tudo isso é do motorista do carro... Claro que os condutores de veículos precisam tomar cuidado, dirigir com cautela, mas rua é lugar de carro, ninguém espera que uma criança desacompanhada vá aparecer do nada na sua frente. Nesse caso, como em muitos casos de atropelamento de crianças, a culpa é sim totalmente dos pais, que permitiram que a criança saísse sozinha de casa, seja à pé ou de bicicleta, uma vez que a mesma ainda não sabe se cuidar, não tem noção do perigo. Ninguém espera se deparar com uma criança solta na rua... Esses pais tem que ser responsabilizado sim.
 
Mariana Carvalho em 12/05/2016 09:03:59
Quantos mais vão ter que morrer para se tomar uma atitude. Essa avenida é movimentada e os motorista abusão da velocidade. Deus conforte a Família.
 
Haissa Gonzalez em 12/05/2016 08:49:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions