A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/05/2016 18:34

Caravana é prorrogada até dezembro em Dourados e hospitais recebem UTIs

João Humberto
Coordenador da Caravana da Saúde diz que meta do Estado é expandir número de UTIs em várias cidades do interior (Foto: Chico Ribeiro)Coordenador da Caravana da Saúde diz que meta do Estado é expandir número de UTIs em várias cidades do interior (Foto: Chico Ribeiro)

O município de Dourados, distante 233 km de Campo Grande, receberá novamente a Caravana da Saúde para uma segunda edição, até dezembro, devido à demanda por consultas e cirurgias. A informação é da SES (Secretaria de Estado de Saúde), que ainda ressaltou que o governo do Estado pretende montar dez UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) nos hospitais de lá.

Em Dourados aconteceu a 10ª edição da Caravana da Saúde, em abril desse ano – antes da última edição que terminou hoje em Campo Grande. Segundo o secretário municipal de Saúde de Dourados, Sebastião Nogueira, “agora o nosso foco são as cirurgias eletivas e a oferta de exames de diagnósticos que já haviam sido propostos pelo governo, como exames de ressonância, ultrassonografia e tomografia”.

Na segunda etapa em Dourados, os serviços médicos serão conduzidos por empresa indicada inicialmente por chamamento público. Esse processo permite ao Executivo contratar especialistas, cirurgiões e anestesistas.

De junho até dezembro, segundo estimativa do secretário Sebastião Nogueira, a Caravana deve efetuar em torno de 1,3 mil cirurgias, entre as quais, vascular, ortopédica, otorrino, cirurgias gerais e ginecológicas. Os procedimentos serão feitos nos hospitais Vida e Regional.

Em relação às UTIs, serão disponibilizadas dez novas; hoje o município conta com 55 leitos de Unidade de Terapia Intensiva. Essa implantação foi discutida em parceria com a prefeitura de Dourados, mas totalmente financiada pelos cofres estaduais. O custo mensal de manutenção é de cerca de R$ 450 mil reais mensais.

Conforme Nelson Tavares, secretário de Estado de Saúde, a licitação para ampliação dos leitos está sendo realizada e, já nesta semana, deverá ser habilitada uma entidade para implantar as dez novas vagas, que se somarão às dez já existentes no hospital e permitirão atendimento ao dobro de pacientes.

Nova Andradina – De acordo com o coordenador da Caravana da Saúde, Marcelo Mello, o município de Nova Andradina, distante 300 km de Campo Grande, é o próximo a ser contemplado com uma UTI, após o término da segunda edição do projeto em Dourados. Ele explica que o governo do Estado já tratou da implantação do setor com dez leitos no Hospital Regional local.

Após essa etapa, é intenção do Executivo ampliar leitos de UTI em Corumbá, Três Lagoas e Paranaíba. Campo Grande também está na lista para extensão do atendimento intensivo, mas a implantação das novas vagas depende de conversa com a prefeitura.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions