A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/10/2008 16:27

Cartório que registrou nome complicado pode ser punido

Redação

A Corregedoria Extra-Judicial da Comarca de Barretos (SP) deve investigar a conduta e pode punir o oficial do Cartório de Registro Civil de Ilha Solteira (SP), responsável pelo registro de Wonarllevyston Garlan Marllon Branddon Bruno Paullynelly Mell, de 13 anos. O menino, com sete nomes complicados, conseguiu na Justiça de Mato Grosso do Sul a alteração do registro, em setembro do ano passado.

Hoje, ele e a família vivem no Mato Grosso. Por sofrer constrangimento na escola, o adolescente pediu à mãe que apenas o primeiro nome fosse mantido na certidão de nascimento, por gostar de Wonarllevyston, apesar de ser conhecido como Bruno pelos amigos.

A mãe se chama Dalvina Xuxa, é dona de casa, e em entrevista ao portal G1 revelou um histórico de nomes estranhos na família.

Ela contou ter acrescentado

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions