A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/07/2009 14:32

Carvalho é denunciado por porte de arma de uso restrito

Redação

O major Sérgio Roberto de Carvalho, 51 anos, sofreu nova denúncia feita pelo MPE (Ministério Público Estadual). Ele foi denunciado por porte ilegal de arma de uso restrito, com base na Lei 10.826/2003, pela promotora Emy Louise de Almeida Albertini.

Conforme a denúncia, durante a Operação Las Vegas, no dia 20 de maio deste ano, ao cumprir um mandado de busca e apreensão, a equipe comandada pelo delegado da Polícia Federal Anderson Pereira dos Santos, localizou um revólver da marca Amadeo Rossi, calibre 357, com capacidade de seis tiros, no escritório da residência do major da PM no Jardim Bela Vista, na Capital.

Durante a investigação, a PF constatou que o revólver não tem registro no Sinarm (Sistema Nacional de Registro de Armas). No dia 24 do mês passado, o delegado Marcelo Correia Botelho indiciou Carvalho por porte de arma de fogo de uso restrito.

Ele concluiu que todos os indícios apontam que a arma pertence ao policial da reserva, já denunciado por exploração de jogos de azar, formação de quadrilha, falsidade ideológica, entre outros. Carvalho está preso no presídio federal de Campo Grande.

Negativa - O delegado da PF, Edivaldo Bezerra de Oliveira, interrogou o major sobre a arma de fogo. No depoimento, ele negou ser o proprietário do revólver calibre 357. Carvalho explicou que tem vários parentes e amigos policiais militares, que poderiam ser os donos da arma, mas se recusou a revelar os nomes dos suspeitos.

Segundo a PF, no dia do cumprimento do mandado de busca e apreensão, a esposa do major levou 30 minutos para abrir a porta e autorizar o cumprimento da decisão judicial.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions