A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/01/2010 13:07

Caso Morel: julgamento de acusado acontece nesta terça

Redação

Acontece nesta terça-feira (26) o julgamento do réu M. R. de L. (vulgo Rogerinho), acusado de participar da morte de João Morel, em janeiro de 2001. O julgamento terá início às 8 horas, na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o prédio do Fórum terá reforço policial para garantir a segurança no local.

Morel foi morto na cela nº 38, do Pavilhão 1, do Estabelecimento de Segurança Máxima de Campo Grande. Acusado de ser o mandante do crime, Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, foi julgado no dia 10 de novembro e condenado a 15 anos de reclusão, por homicídio qualificado.

Inicialmente programado para o dia 19 de novembro de 2009, o julgamento dos réus M. R. de L. (vulgo Rogerinho) e M.S. de O. (vulgo Maurinho) foi adiado pela falta de quórum mínimo para compor o Júri. Na ocasião, o processo foi desmembrado e os julgamentos foram remarcados. O segundo acusado, M. S. de O., será julgado pelo Tribunal do Júri no dia 9 de fevereiro de 2010. Julgado em abril de 2004, outro envolvido no caso, Odair Moreira da Silva, conhecido como Marreta, (autos nº 001.01.002782-2) foi condenado a 16 anos de reclusão.

De acordo com os Autos nº 001.03.600035-4, divulgados pelo Tribunal de Justiça, João Morel e sua família eram tidos como os principais traficantes e fornecedores de entorpecentes na região de Fronteira entre Brasil e Bolívia. Beira-Mar, por meio de três pessoas conhecidas como Francês, Charles e Trinta e Sete, teria cooptado Marreta e os réus Maurinho e Rogerinho para eliminarem João Morel.

Ainda segundo o processo, três detentos (entre eles Maurinho) teriam entrado na cela onde estava Morel, dominando-o e desferido nele vários golpes de "chucho", resultando em sua morte. Rogerinho teria ficado de sentinela na porta da cela para evitar que o crime fosse interrompido.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions