A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/11/2009 14:11

Cimi afirma que índios são vítimas de guerra silenciosa

Redação

O Cimi (Conselho Indiginista Missionário) afirmou que os índios Guarani são vítimas de uma "guerra silenciosa" em Mato Grosso do Sul. Também alerta que se não for tomada reação energética do poder público, a violência contra os indígenas continuará ocorrendo no Estado.

Coordenador da entidade, Egon Heck disse que os índios continuarão sendo vítimas de derramamento de sangue e assassinatos se não houver uma reação para lhes garantir o direito constitucional de ter o "pedaço de terra para sobreviver".

Os índios lutam pela criação de 39 novas áreas na região sul do Estado. São cerca de 40 mil pessoas confinadas em 30 mil hectares. A criação e ampliação de novas áreas poderá lhes garantir mais 500 mil hectares, mas o grupo de estudos enfrenta forte resistência dos produtores rurais.

"Estamos profundamente consternados", destacou. Ele lamentou a brutalidade do ataque aos índios. Os corpos dos professores Genivaldo Vera e Rolindo Vera foram encontrados no início da tarde de hoje pela Polícia Federal. Eles teriam sido mortos durante a desocupação de uma fazenda invadida pelos índios na quarta-feira passada.

Direito

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions