A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

18/01/2019 16:16

Com 112 mil redações nota 0, alunos mostram como fizeram bonito no Enem

O tema da prova aplicada em 2018 foi “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”

Guilherme Henri
Estudante Isabela Craici (Foto: Acervo Pessoal)Estudante Isabela Craici (Foto: Acervo Pessoal)

Foram mais de 112 mil redações com nota zero no Enem este ano. Na hora de escrever, o tema "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet” serviu como "pegadinha" para muitos estudantes. Mas, em Mato Grosso do Sul, quem conseguiu ir longe, superando os 900 pontos na escala que vai até 1.000, explica que nada é complicado quando se tem técnica. 

Conforme divulgado pela Agência Brasil, o número de participantes com a nota máxima na redação do Enem aumentou pela primeira vez desde 2011. Em 2018, no universo de 4.122.423 provas, só 55 estudantes obtiveram nota mil no Brasil.

O Inep ainda não divulgou quem são esses candidatos em cada estado, mas estudante do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) chegaram perto. Em Aquidauana, Isabela Craici, 18 anos, tirou 920 na redação. Filha de pai autônomo e mãe pedagoga, a aluna diz que optou pelo método convencional – se matriculou num cursinho direcionado apenas para a redação e se dedicou aos exercícios. “Muito treino em casa é a chave para uma boa nota”. Agora ela pretende pleitear uma vaga em Psicologia.

Já Caio Kenzo, 17 anos, também estudante do Instituto, mas do campus em Naviraí, tirou 940 e afirma que deixou de lado as técnicas de praxe de “ler muito e estar atualizado” e apostou em destrinchar o edital do Enem. “A redação tem uma estrutura e o que você precisa fazer é seguir as regras do que é cobrado”, destaca.

Ao Campo Grande News, o filho de administrador e artesã diz que após quatro meses estudando sozinho em casa, conseguiu criar um modelo de redação analisando as competências cobradas.

“Primeiro eu li muitas redações nota mil. Mas, só consegui mesmo entender como funcionava quando estudei as competências cobradas na redação. A partir daí, criei meu próprio modelo de redação e com a pratica o aperfeiçoei usando citações e reportório diferente dependendo do tema”, detalha o estudante.

Além do “notão” na redação, o estudante tirou 595,4 em linguagens; 629,3 em Ciências Humanas; 553,9 Ciência Natureza e 625,6 em Matemática. Com as notas, ele pretende concorrer a uma vaga no curso de Direito na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e na Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) pelo Sisu.

Estudante Caio Kenzo (Foto: Acervo Pessoal)Estudante Caio Kenzo (Foto: Acervo Pessoal)
Apostadores tem até amanhã para concorrer a R$ 3 milhões da Mega-Sena
Depois de pagar mais de R$ 32 milhões para uma aposta de Salvador, BA, na última terça-feira (19) o próximo sorteio da Mega-Sena acontece amanhã (23)...
ANS debate regras sobre relação entre planos de saúde e prestadores
Com o objetivo de harmonizar a relação contratual entre operadoras de planos de saúde e prestadores de serviço, a Agência Nacional de Saúde Suplement...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions