A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/10/2014 08:50

Com 80 viaturas, socorro médico e automotivo começa dia 11 na BR-163

Aliny Mary Dias
Em todo o Estado, 500 funcionários trabalham na BR-163 e no operacional dos serviços (Foto: Divulgação)Em todo o Estado, 500 funcionários trabalham na BR-163 e no operacional dos serviços (Foto: Divulgação)

O tão esperado serviço de socorro médico e automotivo coordenado pela CCR MSVia começa a operar no próximo dia 11 de outubro na BR-163. Serão 80 viaturas, entre ambulâncias, guinchos e carros de apoio, para atender os motoristas ao longo dos 847 quilômetros da rodovia em Mato Grosso do Sul.

O número que os usuários deverão ligar para obter informações ou pedir ajuda entrou em teste de forma experimental na última terça-feira (30). O contato é o 0800 6480163 e durante o período de teste, que vai até o início das operações na prática, o objetivo é que o motorista tenha como hábito acionar a concessionária em caso de acidentes ou para pedidos de informação.

A partir do dia 11, os 500 funcionários que passaram por treinamento durante o mês de setembro, 150 deles só em Campo Grande, esterão distribuídos no trabalho operacional e no atendimento na rodovia. No Centro de Controle Operacional, serão oito atendentes para receber as ligações durante 24 horas por dia.

Ainda de acordo com a empresa, será colocada em prática a URA (Unidade de Resposta Automática), um serviço que fornece informações eletrônicas ao usuário sobre as condições de tráfego sem que o motorista precise falar com o atendente. A expectativa é que a ferramenta diminua o tempo de espera do usuário na linha.

Ao longo dos quase 850 quilômetros da BR-163 que corta 20 cidades de Mato Grosso do Sul, serão distribuídas 17 bases operacionais. A previsão da concessionária é que mais de 1,3 milhão de moradores sejam beneficiados.

As obras de duplicação começaram em maio desse ano e em 18 meses pelo menos 10% das obras deve ser finalizada. A cobrança do pedágio deverá começar em setembro de 2015, 18 meses após a assinatura do contrato e serão nove praças de cobrança. O valor médio a ser cobrado a cada 100 quilômetros será de R$ 4,38.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions