A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

02/07/2009 14:10

Com cano, bandido assaltou 4 dias consecutivos padaria

Redação

Com um cano de ferro, Roberto Neves, 29 anos, assaltou por quatro dias consecutivos a Padaria Veneza, localizada na rua Antônio Maria Coelho, bairro Cabreúva, em Campo Grande. O último roubo foi no início da tarde desta quinta-feira.

O assaltante ia direto ao caixa e simulando estar com arma de fogo, obrigava funcionários a entregar dinheiro. Ele assaltou a padaria na segunda, terça, quarta e nesta quinta-feira, roubando o total de R$ 322.

A funcionária, Joelma da Silva, 29 anos, que estava no caixa nesta quinta-feira, quando às 13h15, o bandido colocou a mão com a suposta arma no balcão do caixa e anunciou o roubo. "Ele disse: abre a gaveta e passa rápido, passa rápido o dinheiro", contou Joelma.

Ele roubou R$ 42 e fugiu a pé. A funcionária percebeu que ele estava a pé e aparentemente tranqüilo, e acionou a PM (Polícia Militar), que o localizou próximo à avenida Ernesto Geisel.

Com Roberto foi localizado o cano, que estava dobrado e enrolado a uma camiseta. Ele nega o crime, mas foi reconhecido pelas vítimas. Roberto não tem antecedentes criminais.

O dono da padaria, Francisco Correa Bezerra, diz que após os roubos, o sentimento é de impotência. "A sensação é de impotência. Já tinha perdido noite de sono".

Francisco revela que a suposta arma aparentava ser uma espingarda e por isso nunca houve qualquer reação. "Se reagir seria pior", diz Francisco.

Ele declara que mesmo com a prisão de Roberto, não está totalmente seguro, porque suspeita que o bandido tenha um comparsa e teme que ele possa fazer outro roubos.

Segundo Francisco, em um dos assaltos, foram dois autores e hoje Joelma suspeitou de um homem que estava no telefone público e viu a ação.

Aposta de MG ganha sozinha R$ 3,9 milhões sorteados pela Mega-Sena
Uma aposta de Muzambinho (MG) acertou os seis números sorteados pela Mega-Sena na noite desta quinta-feira (19) e rendeu o prêmio de R$ 3.951.513,94 ...
Critério para homossexual doar sangue é discriminatório, conclui Fachin
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin votou hoje (19) pela inconstitucionalidade de normas do Ministério da Saúde e da Agência Na...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions