A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/09/2010 13:20

Com falta de espaço, Cras ganha 2 ambientes para onças

Redação

Nos últimos anos, houve um aumento na quantidade de felinos de grande porte encaminhado ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), o gerou uma lotação nos espaços em que animais do tipo podem ser abrigados.

São 12 onças vivendo no local, 1 pintada e 11 pardas. De acordo com o coordenador do Cras, Elson Borges, é impossível colocar as onças das duas espécies juntas, sendo assim, a pintada exige um local só para ela.

Com relação as da mesma espécie, apenas um macho e uma fêmea podem permanecer juntos. O problema é que das 11 pardas apenas 1 é fêmea, o que exige mais 10 espaços. Só resta mais 1 espaço para machos desta espécie no Cras.

De acordo com Borges, as onças são destinadas em sua maioria a zoológicos. "Acontece que a maioria dos zoológicos hoje tem onças pardas", relata o biólogo diretor do Cras. A solução e tentar arrumar outros destinos para os animais, mas até que isso ocorra, a única opção é permanecerem no centro.

"Nunca havíamos pegado tanta onça", conta Borges, "Dá-se um jeito de colocar. Tem que fazer um manejo".

Alguns animais passam por uma readaptação para que possam ser soltos novamente no habitat natural. Mas de acordo com o biólogo, isto acontece somente quando os animais entram na idade adulta.

A onça mais velha do Cras tem 9 anos e a mais nova tem 7 meses. A maioria delas é filhote.

Emergência

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions