A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/06/2011 12:13

Com confirmação de aborto, Polícia quer saber se Marielly morreu ainda grávida

Paula Vitorino

Exame necroscópico poderá revelar circunstâncias da morte

Marielly desapareceu no dia 21 de maio e corpo foi encontrado no último dia 11. Marielly desapareceu no dia 21 de maio e corpo foi encontrado no último dia 11.

Com a confirmação de que Marielly Barbosa Rodrigues, de 19 anos, estava grávida em fevereiro, quando fez exame de sangue, as investigações sobre o que provocou a morte dela dependem agora do resultado necroscópico do corpo da jovem. A principal dúvida é se a jovem morreu ainda gestante. Com isso, será possível confirmar ou não as suspeitas de que um aborto ou de homicídio.

O delegado Fabiano Nagata, responsavel pelo caso, não confirma estar de posse do exame atestando a gravidez. Diz, ainda, que essa informação agora não é a mais importante.

“O mais relevante para a investigação é saber se ela quando morreu estava grávida. Se ela estava grávida antes ou não é mais um elemento para a investigação", afirma.

A gravidez da jovem foi divulgada ontem pelo Campo Grande News, após a reportagem apurar que Marielly fez um exame de sangue no dia 28 de fevereiro e o resultado foi positivo. Uma cópia desse teste já estaria com a mãe e a Polícia Civil desde o dia 23 de maio. A jovem está desaparecida desde o dia 21 do mesmo mês.

Já o coordenador geral de perícias, Alberto Dias Terra, confirmou hoje ter recebido também uma cópia deste exame há cerca de dois dias.

O perito explica que o exame necroscópico já foi feito no corpo da garota e é fundamental para analisar todos os vestígios de morte, como as causas e circunstâncias. A partir do laudo, que deve ser concluído na segunda-feira (20), será possível esclarecer diversos pontos ainda desconhecidos do caso.

Uma das suspeitas é de que ela tenha feito um aborto e que complicações no procedimento tenham causado a sua morte. Mas também é investigada a possibilidade de homicídio com a intenção de esconder a gravidez ou outros motivos passionais.

No entanto, o perito alerta que o estágio de decomposição do corpo encontrado pode dificultar ou até mesmo impossibilitar a análise e a confirmação se ela ainda estava grávida no momento da morte, por exemplo.

“Muitos vestígios que poderiam ser examinados foram perdidos”, afirma.

Na próxima segunda-feira também deve ser concluído o laudo sobre a perícia no local onde o corpo foi encontrado, segundo informou Alberto. A jovem foi encontrada morta em um canavial próximo a uma fazenda de Sidrolândia, no dia 11.

O delegado Nagata afirmou que só irá revelar informações sobre a gravidez da jovem e demais novidades na investigação após o resultado dos exames do IML (Instituto Médico Legal).

A Polícia Civil marcou uma coletiva de imprensa na terça-feira (21) para divulgar as informações sobre o caso.

Sepultamento - O corpo da jovem foi liberado pelo IML na noite de ontem, após serem colhidos mostras para os exames, e foi levado para a cidade de Alto Taquari (MT). O pai da garota mora no município e ela será enterrada no local.

Familiares e amigos de Marielly já viajaram para o município no interior de Mato Grosso. A família saiu de Campo Grande na quarta-feira (15).



sera que esta moça estava gravida mesmo do cunhado e que a mãe dela sabia de tudo
nossa em que mundo vivemos.?
 
paula renata em 20/06/2011 07:51:05
como e facil dar palpite na vida dos outros, se a menina estava gravida de quem seria, a principio pensa-se no namorado, se nao for do namorado e de alguem que ela tinha um contato direto, e so ver para quem ela conversava no msn, com quem trocava email, para quem ela ligava a noite, com quem ela saia quando nao era com o namorado, alguma amiga sabe de alguma coisa. a familia nao sabia de nada a mae, o pai, ela nao confidenciava nada para ninguem. tem que pegar essa linha e ir ate o culpado.a menina ta morta, alguem matou , tem que saber porque, teve medo de assumir o filho e casado, foi o namorado, alguem tem que falar.a policia tem que descobrir esse caso mexeu com muita gente , mesmo atraves de oraçao, quem ajudou a procurar, distribuir panfletos ir na afonso pena atras dessa pobre menina, isso nao pode ficar assim.
 
luiz fernandes em 17/06/2011 03:11:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions