A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/07/2008 08:37

Comerciante será indiciado por matar ladrão

Redação

Deve se apresentar à Polícia Civil até o início da próxima semana o comerciante Werley Francisco da Silva, 40 anos, que matou a tiros na tarde desta quarta-feira um homem que assaltou o comércio dele, momentos antes, em Campo Grande.

De acordo com a polícia, o advogado de Werley afirmou que ele irá colaborar com as investigações e se apresentará até o início da semana que vem. Como tem residência e trabalho fixos, o comerciante não deve ser preso, mas será indiciado pelo crime de homicídio.

A polícia quer saber a versão dele para a perseguição e o assassinato e afirma que o fato dele ter sido vítima de roubo, não ameniza as punições pelo homicídio. Se ele provar que teve que matar para não morrer, ou seja, legitima defesa, pode ter uma punição menos rígida.

Werley irá responder ao inquérito e depois deve ser denunciado à Justiça pelo MPE (Ministério Público Estadual), podendo ir a júri popular. A Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Roubos e Furtos) também abriu inquérito para investigar o roubo ao comércio dele, que funciona normalmente, apesar do crime na tarde de ontem.

O assaltante que sobreviveu, Carlos Yukio Mejada, 33 anos, irá responder pelo roubo. Ele confirmou à polícia que assaltou o Mercado Monfort, junto com Tiago Figueiredo da Silva, 20 anos, que foi morto pelo comerciante.

Testemunhas dizem que Werley, que estava em uma pick-up Strada, trocou tiros com os bandidos, que estavam em uma Honda Titan, durante a perseguição. Conforme o relato de testemunhas, ao chegar na esquina da Rua Rio Bonito com Avenida Interlagos, ele bateu na traseira da moto, derrubou os dois assaltantes e matou Tiago. Os dois eram foragidos do semi-aberto de Dourados.

A polícia não recomenda qualquer reação a assalto, principalmente como a do comerciante, por colocar em risco a vida de outras pessoas. A alta velocidade do veiculo poderia causar, inclusive, um acidente com ferimentos a ele mesmo e terceiros.

Para a polícia, reações como essa podem terminar ainda com um tiroteio descontrolado e também a perseguição a pessoas inocentes.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions