A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/11/2010 14:08

Condenadoa 13 anos de prisão jovem que matou criança

Redação

A 2ª Vara do Tribunal do Júri do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) condenou Wesley Fabiano Dronov de Souza a 13 anos de prisão em regime fechado por assassinar o menino Miguel Alves Xavier da Costa, de apenas dois anos, que morreu vítima de bala perdida.

O julgamento realizado ontem demorou nove horas e condenou Wesley por homicídio. O outro envolvido no crime já havia sido condenado há pouco mais de 9 anos.

No dia 4 de abril de 2009, Wesley e o outro envolvido, Phellipe Rodrigues Nunes Carvalho, de 24 anos, foram até o bairro Moreninhas II, na região sul de Campo Grande, com o intuito de matar Jorge Luiz da Silva, devido a desentendimentos anteriores.

Ao passarem em frente a um ponto de mototaxi, os jovens encontraram o alvo da tentativa de homícidio e começaram a disparar, acertando Jorge na perna e Miguel no peito. A criança morreu um dia depois na Santa Casa de Campo Grande. O júri desclassificou o crime de tentativa de homicídio no que diz respeito a Jorge, mantendo a condenação por lesões corporais leves.

Na decisão, o júri fixou a pena em 14 anos, reduzindo em um ano por conta da confissão de Wesley e outros atenuantes, totalizando 13 anos no regime fechado.

Em setembro deste ano, Phellipe Rodrigues, que dirigia a moto usada para o crime, foi condenado a 9 anos, 2 meses e 25 dias de prisão em regime fechado por homicídio culposo, sem intenção de matar.

A Promotoria manifestou que não concordou com a decisão dos jurados, considerando que o veredicto é manifestamente contrário à prova dos autos, e que vai ingressar com recurso para o Tribunal de Justiça.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions