A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/04/2012 10:00

Conselho assume investigação contra ex-chefe do MPE citado na Uragano

Aline dos Santos

A medida foi tomada após a demora na apuração dos fatos na corregedoria local e a falta de conclusão do procedimento.

Miguel foi citado em gravação pelo ex-deputado estadual Ary Rigo. (Foto: Marcelo Victor)Miguel foi citado em gravação pelo ex-deputado estadual Ary Rigo. (Foto: Marcelo Victor)

O Conselho Nacional do Ministério Público tomou para si a responsabilidade de investigar o procurador de Justiça, Miguel Vieira. Foi julgado procedente ontem pedido de avocação do PAD (Procedimento Administrativo Disciplinar) que tramita no Ministério Público de Mato Grosso do Sul.

A medida foi tomada após a demora na apuração dos fatos na corregedoria local e a falta de conclusão do procedimento. O relator Adilson Gurgel ainda questionou o envio dos autos diretamente para o STJ (Superior Tribunal de Justiça).

O procedimento apura suposto envolvimento do procurador em esquema de corrupção e fraude em licitação pública, descoberta na operação Urugano. A ação, realizada pela Polícia Federal em setembro de 2010, revelou pagamento de propina envolvendo a prefeitura de Dourados, Câmara Municipal e empresários.

O escândalo político levou à renúncia do então prefeito Ari Artuzi, do vice Carlinhos Cantor e do presidente do Legislativo Municipal. Nos áudios, também foram citados os deputados federais Geraldo Resende (PMDB) e Marçal Filho (PMDB), a denúncia contra eles foi levada ao STF (Supremo Tribunal Federal)

O esquema foi gravado por Eleandro Passaia, que era secretário de Governo da prefeitura de Dourados. Em um dos vídeos, o então deputado estadual Ary Rigo disse que conseguiu livrar o prefeito de Dourados “juridicamente” de acusações e cita os nomes do desembargador Claudionor Abss Duarte e do ex-procurador chefe do Ministério Público Estadual, Miguel Vieira. O repasse só ao MPE seria de 300 mil reais ao mês.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...


se fosse um ladrão de galinha ja estava preso mas e um desembaegador não vai dar em nada
 
altamir vargas nachado em 19/04/2012 08:14:28
Anram os braços para mais uma festa!!!! Outra pizza !!!! Não vai dar em nada!!!
 
Dirceu Bustomante em 19/04/2012 01:33:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions