A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/10/2009 15:39

Conselho vinculado ao governo de MS apóia demarcações

Redação

Vinculado ao governo do Estado, o Conselho Estadual dos Direitos Indígenas de Mato Grosso do Sul é a favor dos estudos antropológicos da Funai (Fundação Nacional do Índio).

O presidente Evódio Vargas, que tomou posse no último dia 8, disse que apesar da ligação com o governo, a opinião do Conselho é diferente da expressada pelo governador André Puccinelli.

"A vontade do governador é de dar condições de desenvolvimento e ele é a favor de uma demarcação pontual. Já a nossa idéia não é de uma demarcação apenas pontual. Queremos que faça valer a parte jurídica. O governo é contra (os estudos da Funai), mas não é essa a idéia do Conselho", explicou.

Evódio é índio da etnia Terena. O Conselho Estadual dos Direitos Indígenas tem 30 conselheiros, incluindo oito índios, representantes de todas as secretarias e da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e Funai.

O novo presidente do Conselho explicou que o maior desafio dessa administração será de fazer a sociedade entender a importância da entidade. O Conselho não tem poder deliberativo, apenas consultivo. O mandato do conselho é de dois anos e existe reeleição.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions