A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/12/2008 18:05

Consumidor dá preferência a carne vermelha neste Natal

Redação

Ícones das carnes de festas de Natal e Ano Novo, o chester e a carne suína perdem cada vez mais suas posições para o contrafilé, alcatra, fraldinha e costela, enfim, para carnes bovinas em geral.

Pelo menos em Campo Grande, a venda da carne de vaca, apesar do preço salgado, tem sido maior que a de outros tipos.

Proprietário da Casa de Carnes Boa Vista, situada na Rua Antônio Maria Coelho, o comerciante Cláudio Cazaroto diz que a carne bovina tem saído, até o momento, em maior escala do que as de porcos, aves e frangos.

Mesmo com preço variando entre R$ 10,99 e R$ 12,99, a carne vermelha tem sido o carro-chefe nas vendas neste Natal.

"Grande parte do consumidor come carne de vaca. Não é todo mundo que gosta de comer carne de porco ou outro tipo de carne branca", ressalta Cazaroto.

Valdir Pereira dos Santos, encarregado de açougue do Hipercenter Ipê, prevê até o fim deste Natal venda significativa da carne vermelha.

"Hoje dispusemos dois mil quilos para venda e o estoque já está acabando. As carnes mais compradas são contrafilé, fraldinha e costela. O movimento está intenso, mesmo o preço variando de R$ 9,90 a R$ 15,99", explicou.

Já o comerciante Arildo Flores, proprietário do estabelecimento Arildo Carnes, na Rua José Antonio, região central de Campo Grande, vê com pessimismo a venda de carnes neste ano. Ele explica que, por trabalhar com carnes de outros estados, a venda tem sido baixa.

"Foi a pior venda dos últimos dez anos, o Estado está pobre. Esse ano foi um dos piores anos, pois o movimento foi médio", reclama o comerciante.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions