A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/02/2010 16:47

Decretada prisão de sogros de PM preso por furtar banco

Redação

Foi decretada a prisão preventiva de outros dois envolvidos no furto a um caixa eletrônico da agência do Banco Brasil de Caarapó, município que fica a 275 quilômetros de Campo Grande. Os dois são os pais da namorada do policial, que também foi presa ontem.

A prisão de Inhara Aparecida Loureiro e Marciel Constantino foi decretada pelo juiz Valdir Peixoto Barbosa. O casal está foragido.

De acordo com a Polícia, o homem já cumpriu pena na PHAC (Penitenciária de Segurança Máxima de Dourados) por tráfico de drogas. Ele teria ainda envolvimento em furtos e roubos a bancos no estado de São Paulo.

O caso é investigado pelo Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros), que efetuou ontem a prisão do policial Guilherme Vaz Lopes Luis, de 25 anos, e Cynthia Aparecido Loureiro, de 21 anos, em uma residência na rua Clóvis Cerzósimo de Sousa, em Dourados, a 230 quilômetros da Capital.

Na casa dos dois foram apreendidos R$ 5 mil e móveis que teriam sido comprados com o dinheiro do furto, quando cerca de R$ 56 mil foram levados.

Policiais conseguiram chegar até eles depois da mulher fazer várias compras no comércio de Caarapó e Dourados, usando as notas furtadas que foram queimadas com maçarico durante a ação.

No dia do crime, ele estava trabalhando no Centro Integrado de Operações e Segurança, que recebe as ligações feitas para o 190, o que levantou suspeitas.

A Polícia investiga ainda a ligação do grupo com o arrombamento que ocorreu em uma agência de Campo Grande.

Crime - Os ladrões invadiram a agência na madrugada do dia 9 de janeiro. Eles usaram maçaricos, arrombaram o cofre e levaram mais de R$ 50 mil.

No local, os bandidos abandonaram equipamentos como máscaras e cilindros de oxigênio, usados durante o arrombamento do cofre. Outros dois caixas estavam preparados para serem arrombados.

Os policiais acham que eles não deram continuidade porque tiveram medo de ser presos. (Com informações do site Dourados Agora)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions