A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/04/2011 16:28

Defesa Civil deposita R$ 5 mi para recuperar estragos causados pelas chuvas em MS

Fabiano Arruda

Recurso foi liberado depois de quase um mês

Governador recebeu ministro da Integração Nacional no dia 11 de março. (Foto: Simão Nogueira)Governador recebeu ministro da Integração Nacional no dia 11 de março. (Foto: Simão Nogueira)

Os R$ 5 milhões prometidos pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, no dia 11 de março, durante visita ao Estado, foram depositados na conta do governo do Estado às 16h18 (horário de Brasília), conforme o Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira).

Os recursos, anunciados como caráter emergencial para serem utilizados na recuperação dos estragos causados pelas chuvas, chegam aos cofres do Estado depois de quase um mês.

O governador André Puccinelli (PMDB) reclamou publicamente da demora. A bancada federal do Estado já solicitou mais R$ 30 milhões para atender as perdas no Estado, não só no setor de infra-estrutura, como recuperação de pontes e estradas, mas também pelos danos causados na safra.

No entanto, o governo aponta que serão necessários R$ 110 milhões só para recuperação de pontes e estradas. As perdas fizeram André repetir, em diversas ocasiões, que o ano será de “vagas magras”.

O repasse do recurso para o Governo do Estado atende a portaria 211, de 31 de março, da própria pasta, que autorizou o repasse.

Conforme a portaria, o dinheiro é para “ações de recuperação e reconstrução e restabelecimento no estado de Mato Grosso do Sul/MS, conforme plano de trabalho constante no processo 59050.000389/2011-10”.

O recurso foi autorizado por crédito extraordinário da Medida Provisória 522, de 12 de janeiro de 2011, no valor de R$ 780 milhões.

O deputado federal Edson Giroto (PR), que participou das negociações, comemorou a liberação da verba.

“Com este recurso, o Governo do Estado poderá dar início à recuperação dos estragos das chuvas. O dinheiro foi obtido por causa do empenho da bancada federal, sob a coordenação do senador Delcídio do Amaral, que fez várias reuniões com o ministro Fernando Bezerra para que o dinheiro saísse o mais rápido possível”, destacou o parlamentar, segundo informações de sua assessoria.



O que nos resta agora é fiscalizar a aplicação deste dinheiro,tem como?.Isso é uma festa danada,e da-lhe chuva,bendita chuva,miséria pra uns alegria pra outros.
 
nilson franco de oliveira em 08/04/2011 05:09:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions