A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/02/2013 16:40

Detentos do Presídio Federal tentam no STF autorização para trocar cartas

Fabiano Arruda

Decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) negou, no mês passado, a troca de correspondências entre Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, considerado ex-chefe do tráfico de drogas no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro (RJ), e outros detentos no Presídio Federal de Campo Grande.

Marcinho ingressou no STF com medida liminar em Habeas Corpus para questionar decisão do diretor da unidade da Capital, que proibiu a troca de mensagens.

Segundo informações do STF, o ministro Ricardo Lewandowski, em sua decisão de negar o pedido, justificou que a medida adotada pelo diretor tem respaldo legal e que Marcinho VP foi transferido para o presídio de Campo Grande justamente para “evitar que continuasse a comandar ações criminosas de dentro da cadeia”.

Na 5ª Vara Federal em Campo Grande, o pedido havia sido deferido parcialmente, apenas para “autorizar a troca de correspondência entre familiares que se encontram presos, desde que comprovado o grau de parentesco”.

No TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), conforme os autos, foi mantida a decisão do juízo de primeira instância. A defesa de Marcinho ainda recorreu ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), mas o Habeas Corpus foi indeferido liminarmente.



Esse pedido não deveria estar no Suplemo, uma vez que estando eles cumprindo pena estão sob custódia. Devendo então estar subordinado as normas do sistema prisional.
Esses já perderam a sua cidadania no momento em que foram condenados. Terão que cumprir pena para resgata-la.

Acorda Brasil!!!
 
Marily Flores. em 02/02/2013 09:11:17
Deveriam sim era rever o código penal... Nos estados Unidos o preso só recebe carta após passar pelo crivo dos Agentes penitenciários. Censura neles !
 
Araujo Coelho em 02/02/2013 06:24:56
tadinho dele deixa ele falar com os outros, pra mandar matar policiais, juizes e outros mais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 01/02/2013 23:56:14
Direito a ficar numa cela de 3x4m, onde dentro espaço deveria ter um vaso sanitário, chuveiro, cama e uma pequena mesa para refeição; onde cada preso irá cumprir sua pena, sem direito a redução ou seja condenado a 20 anos, são vinte anos de cadeia, sem visitas, ficar sim na cela pelo tempo de sua pena, afinal violaram os direitos de outros, tiraram a vida e multilaram familias, sem direito e penas fechadas.
 
Nery Ribeiro em 01/02/2013 20:21:03
Um pedido desses nem deveria chegar ao STF, pois se estão presos num sistema de segurança máxima é porque boa coisa não são. Arrego!
 
Lucas Andrade em 01/02/2013 17:55:32
A resposta para estes criminosos seria simples: "estamos te negando um direito que os próprios negaram aos cidadãos"!. Se eles querem ter seus direitos, então que sejão humanos direitos! Criminoso não deve ter qualquer que seja, nem o mais simples dos direito que tenha os cidadãos, eles devem é trabalhar duro nas cadeias como: marceneiros, serralheiro, eletrônica, mecânico, lavoura, etc... . Para ao menos diminuir os gastos do estado com tais dispesas.
 
Alexandre de Souza em 01/02/2013 17:44:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions