A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

18/11/2018 19:45

Domingo confirma previsão com chuva e os estragos de sempre

Em Campo Grande foram 17 mm de chuva e ventos de até 49 km/h na tarde deste domingo

Gabriel Neris
Árvore caiu sobre carro no Bairro Estrela do Sul (Foto: Direto das Ruas)Árvore caiu sobre carro no Bairro Estrela do Sul (Foto: Direto das Ruas)

A previsão de chuva intensa neste domingo (18) se confirmou e provocou estragos em Campo Grande e também no interior do Estado. Na Capital foram registrados quedas de árvores, veículos atingidos pela enxurrada e ruas alagadas.

Alguns bairros de Dourados e Ponta Porã ficaram sem energia elétrica diante da forte chuva. O vento forte derrubou pelo menos duas árvores. Na MS-376, uma árvore caiu e interditou a pista que liga Dourados e Fátima do Sul.

No Jardim São Pedro, também em Dourados, uma árvore não resistiu e cedeu sobre uma residência localizada na Rua Adroaldo Pizzani. A raiz da árvore levantou parte do asfalto. A árvore também derrubou fios de alta tensão sobre o telhado da casa. Não há relatos de feridos.

Em Campo Grande, o Córrego Segredo ficou cheio no trecho da Avenida Ernesto Geisel, próximo a Rachid Neder. Semáforos apresentaram falhas durante a chuva e ficaram intermitentes. A Avenida Três Barras foi tomada pela água. No Jardim São Lourenço, a água virou uma caçamba de entulho, que foi parar no meio da rua. No Bairro Pioneira, parte do muro de um condomínio não suportou a força da água.

Árvore não resistiu a força dos ventos no Jardim São Pedro, em Dourados (Foto: Eliel Oliveira)Árvore não resistiu a força dos ventos no Jardim São Pedro, em Dourados (Foto: Eliel Oliveira)

Na Avenida Cônsul Assaf Trad, uma mulher de 64 anos precisou de ajuda depois de que o seu carro ficou atolado no canteiro. Ela estava junto com duas netas, de 7 e 8 anos, e tentou cortar caminho devido ao volume de água, mas o veículo ficou preso no canteiro da avenida. Um casal que passava pelo local de motocicleta ajudou empurrando o veículo na contramão.

Na Rua Dom Giovani, no Bairro Estrela do Sul, uma árvore caiu sobre um Fiat Palio, que estava estacionado para o lado de fora. O proprietário do veículo disse que acionou o Corpo de Bombeiros, mas ainda aguarda a presença de técnicos da Energisa. Os fios de energia elétrica também caíram sobre o carro e, segundo os bombeiros, há risco de incêndio. A assessoria de comunicação da Energia informou que uma equipe foi encaminhada para o local.

Segundo a Energisa, houve aumento de 30% no número de equipes que atuam normalmente diante das ocorrências envolvendo a chuva. A concessionária pede que os consumidores entrem em contato pelo telefone 0800 722 7272.

De acordo com o meteorologista Natalio Abrão, em Campo Grande a temperatura caiu bruscamente de 29ºC para 22ºC. Foram 17 mm de chuva e ventos de até 49 km/h. Em Dourados os ventos chegaram aos 80 km/h, com 13,2 mm de chuva. No município de Fátima do Sul os ventos chegaram a 78,5 km/h. Em Angélica, o volume de água foi de 36,4 mm e ventos de 68,8 km/h.

O meteorologista explica que se trata de um centro de baixa pressão entre o Paraguai e Mato Grosso do Sul, ganhando força com a temperatura e umidade do ar. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) havia emitido um alerta para tempestade em 43 municípios.

Segundo o Inmet, entre hoje e amanhã uma frente chega do Paraguai para o sul do Estado. A previsão é de chuva intensa, rajadas, de ventos, trovoadas e quedas de granizo. Na terça-feira o sol predomina na metade centro-sul do Estado com formação de névoa úmida ao amanhecer. A temperatura volta a subir a partir de quarta-feira com a diminuição da nebulosidade.

Matéria editada às 20h07 para acréscimo de informações



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions