A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/10/2009 09:14

Dourados: falta de remédios se arrasta por mais 30 dias

Redação

A falta de medicamentos enfrentada pela saúde pública de Dourados desde o começo do ano deve durar pelo menos mais um mês. A licitação, realizada pela prefeitura na semana passada para comprar 44 medicamentos de primeira necessidade, como antibióticos, antiinflamatórios e produtos infantis, está parada devido a um recurso apresentado pela Comercial Rioclarense, do Paraná, uma das 17 empresas que apresentaram proposta para fornecer os remédios à prefeitura. O município vai investir R$ 1,2 milhão na compra dos medicamentos.

Em decorrência desse recurso, o prazo de 15 dias previsto pela prefeitura para reposição dos estoques deve demorar mais duas semanas. A Comissão de Licitação deve julgar o recurso nos próximos dias e definir a empresa fornecedora. Após a escolha, são necessários pelo menos mais 15 dias para a chegada dos medicamentos.

Essa é a terceira vez que a prefeitura tenta licitar a compra de remédios neste ano. Na primeira tentativa o processo foi suspenso por determinação do Ministério Público por suspeita de fraude. Já a segunda licitação não atraiu nenhuma empresa interessada.

A empresa que fornecia remédios na administração anterior, a Anasil, teve o contrato suspenso por determinação do prefeito Ari Artuzi (PDT), que no primeiro mês de administração mandou interromper todos os contratos com prestadores de serviços e fornecedores. Em julho, quando a empresa se preparava para disputar a licitação da prefeitura, seus sócios foram presos durante a Operação Owari, da Polícia Federal. A Anasil pertencia à família Uemura.

Sem conseguir comprar medicamentos, a prefeitura vem recorrendo ao empréstimo de remédios dos hospitais de Dourados e da Santa Casa de Campo Grande. Entretanto, a falta é comum nas unidades de saúde.

Na semana passada a prefeitura também licitou a compra de 60 produtos farmacêuticos e hospitalares. Neste caso não houve recurso e a empresa fornecedora deve ser definida na próxima semana. Para essa compra a prefeitura destinou R$ 322 mil.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions