A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/04/2010 17:41

Drogarias terão que notificar reação a medicamentos

Redação

Projeto aprovado ontem na Câmara dos Vereadores de Campo Grande determina que farmácias e drogarias da Capital façam notificação compulsória de reações adversas e quaisquer outros problemas relacionados a medicamentos.

A Lei ainda precisa ser sancionada pelo prefeito, Nelsinho Trad (PMDB) para que entre em vigor.

O projeto de Lei foi proposto pelo vereador Paulo Siufi, a pedido do Conselho Regional de Farmácia e Sindicato dos Farmacêuticos.

Siufi ressaltou a importância do profissional formado nas farmácias, único com preparo para responder pelas reações adversas, e vigilância dos medicamentos comercializados.

"Precisamos lutar contra o vício de 'empurrar' remédios ao consumidor, indicado pelo balconista. Para indicação, alteração ou substituição de um medicamento, apenas o profissional registrado no CRF possui competência", defendeu.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions