A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

24/03/2009 09:26

EHMA descarta envolvimento de funcionário em esquema

Redação

O presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação), Paulo Matos, negou qualquer possibilidade de envolvimento de funcionários municipais no esquema de venda de casas em conjuntos habitacionais de Campo Grande. Esquema foi denunciado à polícia sobre vendas da Agehab, pelo golpista Ademar Mariano.

Ademar também acusou o deputado federal Vander Loubet (PT) de tramar um complô contra o senador Delcídio Amaral. Revoltado com as "mentiras", o parlamentar acabou acusando um servidor da Emha, identificado com "Men de Sá", dizendo que o golpe já é velho e feito com participação de funcionários públicos.

Conforme Paulo Matos, no setor de Recurso Humanos da Agência há um funcionário com nome similar, Men de Sá Alves de Melo. Mas descarta a possibilidade do envolvimento dele. "O Men foi nomeado recentemente para agência. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Município em 9 de fevereiro. Ou seja, a pessoa que o Vander falou não é a mesma", alegou.

Segundo Matos, não há possibilidade de uma pessoa conseguir uma unidade habitacional dentro da Agência sem passar pelo processo legal. "Quem tenta por outro meio está cometendo um crime e perdendo dinheiro".

Decisão do STJ ajuda na tramitação da reforma da Previdência, diz líder
O líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) disse hoje (20) que a suspensão, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), da decisão que impe...
Mega-Sena acumula mais uma vez e pode pagar até R$ 20 milhões na terça
Nenhum apostador acertou os seis números sorteados deste sábado (20) e a Mega-Sena acumulou mais uma vez. No próximo sorteio, que será na terça-feira...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions