A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/08/2012 14:37

Ação conjunta dos Gaecos de MS e MT aprende semente de maconha em Rondonópolis

Nicholas Vasconcelos

Durante a operação, foi encontrada, também, uma tonelada de maconha

Operação apreendeu 11 kg de sementes de maconha em Rondonópolis (Foto: Divulgação)Operação apreendeu 11 kg de sementes de maconha em Rondonópolis (Foto: Divulgação)
Maconha apreendida seria distribuída a partir de  Rondonópolis. (Foto: Divulgação)Maconha apreendida seria distribuída a partir de Rondonópolis. (Foto: Divulgação)

Operação conjunta do Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso apreendeu 1,2 tonelada de maconha, além de 11 quilos de semente da droga e haxixe nesta terça-feira (7) em Rondonópolis (MT).

Paulo César Fortes, apontado como responsável por receber e distribuir a droga foi preso em uma chácara da cidade e com ele foram encontrados R$3.900, duas carabinas calibre 32 e 12, além de 150 munições 9 milímetros, todas de uso restrito.

Segundo o Gaeco/MT, as investigações da operação Papo Reto I começaram em outubro do ano passado quando foi apreendida 1,5 tonelada de maconha em Ponta Porã, a 323 quilômetros da Capital, e 14 pessoas foram presas.

Com as informações da operação do ano passado, foi feito um mapeamento da ação da quadrilha, que resultou na prisão em flagrante de Paulo César Fortes, responsável por receber e distribuir a droga no estado vizinho.

De acordo com o coordenador do Gaeco/MT, procurador Paulo Roberto Jorge do Prado, as investigações continuam para identificar os outros integrantes da quadrilha e que as sementes poderiam ser usadas dentro de Mato Grosso ou levadas para o Nordeste. “A região onde mais se planta maconha no Brasil é Nordeste, mas é possível que eles estivessem estudando a possibilidade do plantio no cerrado mato-grossense”, declarou.

Mato Grosso é apontado como corredor do tráfico nacional e internacional, por conta da fronteira com a Bolívia e por ser vizinho de Mato Grosso do Sul, onde a fronteira com o Paraguai possibilita a entrada de maconha. Em menos de um ano, as operações dos Gaeco apreenderam três toneladas da droga que abasteceria o Estado vizinho.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions