A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019

11/12/2014 11:02

Em MS, 44% se acomodam no sedentarismo e só 22% se exercitam

Aline dos Santos
Atividade física traz bem-estar mental e físico, mas não faz parte da rotina de quase metade da população. (Foto: Marcelo Calazans)Atividade física traz bem-estar mental e físico, mas não faz parte da rotina de quase metade da população. (Foto: Marcelo Calazans)

O sedentarismo faz parte da rotina de 44,7% da população adulta em Mato Grosso do Sul. Ou seja, a cada cem pessoas, 44 são sedentárias. Por outro lado, apenas cerca de 22% praticam atividades físicas nas horas de lazer.

O preocupante imobilismo foi retratado na PNS (Pesquisa Nacional de Saúde), levantamento realizado por meio do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ) e Ministério da Saúde. 

A situação se agrava para a mulheres. A proporção de pessoas insuficientemente ativas chega a 50,8% entre o sexo feminino. Entra nesta classificação quem realiza menos de 150 minutos de atividade física por semana.

Mas quem vence a preguiça ou a limitação de tempo conta que mudar os hábitos só traz vantagens. “Exercício é tudo. A motivação é porque faz bem para o corpo e para a alma”, afirma a arquiteta Cláudia Rahe, 47 anos. Ela faz atividade física diariamente.

Há dois anos, o bombeiro Rogério Vieira decidiu dedicar três dias da semana para a corrida. “Comecei por causa da idade e sobrepeso. Mas tem que ter força de vontade. Às vezes não está bem, o corpo não quer”, afirma.

Para ele, a falta de tempo não é desculpa. “Todo mundo tem uma hora, 45 minutos para fazer atividade física”, salienta.

Militar do Exército, Márcio dos Reis Cardoso, 34 anos, não dispensa os exercícios nem aos fins de semana. “No meu caso, faço bastante exercício por força da profissão, sempre manter a boa forma física”, conta, após a dose diária de corrida no Parque das Nações, em Campo Grande.

A rotina também inclui musculação. “Traz não só o bem-estar físico, mas o bem-estar mental. Praticando atividade física tem menos estresse, mais disposição, mais motivação”, afirma.

AtivosNo Estado, só 21,9% dos moradores praticam atividade físicas nas horas de lazer, abaixo da média nacional, de 22,5%. Os homens são mais dedicados a prática de exercícios, 26,5%, contra 17,8% das mulheres, de acordo como IBGE.

Contudo, o número de não sedentários é maior porque a maior parte pratica atividade no trabalho, 39,8%. Entre o sexo masculino, o índice chega a 49,7%, enquanto fica em 30,8% entre as mulheres.

Excessos – Além do sedentarismo, os resultados da pesquisa mostram que o Estado desponta em estilo de vida nada saudável. Mato Grosso do Sul é líder nacional do consumo de carne gorda e se destaca na ingestão de refrigerante, sal e bebida alcoólica.

De acordo com levantamento, a proporção de adultos que consome carne ou frango com excesso de gordura chega a 55,7%. O segundo lugar fica com o vizinho Mato Grosso, com proporção de 55,1%. No Brasil, a média foi de 37,2%.

Márcio Cardoso não dispensa atividade física nem no fim de semana. (Foto: Marcelo Calazans)Márcio Cardoso não dispensa atividade física nem no fim de semana. (Foto: Marcelo Calazans)
Rogério Vieira faz exercícios de forma regular há dois anos, (Foto: Marcelo Calazans)Rogério Vieira faz exercícios de forma regular há dois anos, (Foto: Marcelo Calazans)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions