A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

13/07/2018 08:24

Abertas inscrições para apresentação de projetos em feiras científicas

Prazo de submissão segue até 20 de agosto. Evento será realizado pelo IFMS em dez municípios

Danielle Valentim
Trabalhos deverão ser produzidos por estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio ou do técnico integrado. (Foto: IFMS)Trabalhos deverão ser produzidos por estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio ou do técnico integrado. (Foto: IFMS)

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas de trabalhos para as Feiras de Ciência e Tecnologia da instituição, que ocorrerão no mês de outubro em dez municípios.

Elas fazem parte da programação da edição 2018 da Semana de Ciência e Tecnologia nos campi Aquidauana (Feciaq), Campo Grande (Fecintec), Corumbá (Fecipan), Coxim (Fecitecx), Dourados (Fecigran), Jardim (Fecioeste), Naviraí (Fecinavi), Nova Andradina (Fecinova), Ponta Porã (Fecifron) e Três Lagoas (Fecitel).

Os trabalhos deverão ser produzidos por estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio ou do técnico integrado, das instituições de ensino, públicas ou privadas, dos municípios da área de abrangência dos campi do IFMS.

Os egressos dos cursos técnicos integrados do Instituto, que tenham concluído seus cursos após novembro de 2017, também podem inscrever seus trabalhos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 20 de agosto, por meio do Sistema de Submissão e Avaliação de Projetos. O cadastro deve ser feito pelo orientador do projeto.

No processo de submissão, o orientador deve cadastrar informações sobre o trabalho e os autores, além de submeter o resumo expandido, elaborado de acordo com os modelos disponibilizados na Central de Seleção do IFMS, no endereço www.ifms.edu.br/centraldeselecao, onde também está disponível o edital com todas as regras de participação.

Normas – Cada trabalho pode ter até três estudantes e um orientador, que deve ser docente com vínculo empregatício com instituições de ensino. Aos estudantes vinculados ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), cabe a participação como co-orientador, caso haja interesse.

Os trabalhos precisam estar inseridos nas áreas de conhecimento de Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas/Sociais Aplicadas e Linguística, Ciências Agrárias e Engenharias e Multidisciplinar (para projetos com mais de uma área de conhecimento predominante).

A seleção dos projetos será feita com base na análise das propostas, a partir da inscrição e da avaliação dos resumos expandidos, ficando a cargo dos comitês de pré-avaliação e seleção de cada feira, formados por professores dos campi.

Na avaliação dos resumos serão considerados aspectos como criatividade e inovação, conhecimento científico do tema, organização e clareza de ideias, e adequação à norma culta de linguagem. Os trabalhos selecionados deverão ainda providenciar os itens necessários para apresentação nas feiras, conforme descrito no edital do processo seletivo.

Feiras – Nelas, os trabalhos serão analisados por comissões avaliadoras compostas por professores e pesquisadores oriundos de universidades, institutos federais, escolas públicas e privadas, instituições de pesquisa e demais órgãos públicos. Os critérios avaliados serão pesquisa cientifica, pesquisa tecnológica e itens comuns as duas categorias.

Serão premiados trabalhos nas categorias nível médio/técnico integrado e nível fundamental, além de melhor pôster/banner, maquete/protótipo, apresentação oral, relatório, e projeto na categoria nível médio/técnico.

Todos os autores dos trabalhos receberão certificado de participação que deve ser retirado no campus responsável pela organização da feira onde o trabalho foi apresentado.

Semana de Ciência e Tecnologia – Em 2018, o evento será realizado de 1º a 5 de outubro. A edição terá como tema “Ciência para a Redução das Desigualdades”. A temática está relacionada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) estipulados pelas Nações Unidas.

Na programação, além das feiras, estão previstas atividades gratuitas e abertas ao público, como palestras, oficinas e mesas-redondas.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions