ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 24º

Empregos

Com procura de mil pessoas, só 402 conseguem inscrição no antigo Proinc

Programa fez fila dobrar quarteirão na Funsat e convocação começam no dia 1º de março

Por Silvia Frias | 26/02/2024 10:55
Logo cedo, fila para entrar na Funsat dobrava o quarteirão na Rua 14 de Julho (Foto: Henrique Kawaminami)
Logo cedo, fila para entrar na Funsat dobrava o quarteirão na Rua 14 de Julho (Foto: Henrique Kawaminami)

Com demanda considerada inesperada, a Funsat (Fundação Social do Trabalho) recebeu cerca de 1 mil pessoas interessadas no cadastro reserva do Primt (Programa de Inclusão ao Mercado de Trabalho), o antigo Proinc (Programa de Inclusão Profissional), que oferece qualificação e vagas a desempregados, conforme necessidade nas secretarias municipais.

Da grande procura, porém, 402 inscritos tiveram os nomes publicados hoje no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), aptos para prestação de serviços em alguma das 22 secretarias ou 5 autarquias.

As primeiras convocações serão feitas no dia 1º de março, partindo dos grupos prioritários, como PCDs, egressos do sistema penitenciário e atendidas na Casa da Mulher Brasileira. O contrato é de três anos, sendo reavaliado e renovado a cada seis meses.

Conforme edital da Funsat publicado hoje, quem não encontrar o nome na lista terá dois dias úteis para entrar com recursos e contestar o indeferimento na inscrição.

Na semana passada, por três dias, a fila na sede da Funsat dobrava quarteirão e muitos chegaram de madrugada.

O diretor-presidente da Funsat, Paulo Silva, explica que muitos dos que enfrentaram a fila para inscrição no cadastro reserva não tinham todas as exigências previstas na Lei nº 7.074/2023 que atualizou as regras de inclusão no Primt. “Fora que muita gente não ficou, quando a gente redistribuía a senha, já tinha ido embora”.

Para participar do Primt, o candidato deverá ter idade de 18 a 67 anos; ser inscrito no CadÚnico (Cadastro Único) para programas sociais do governo federal; estar em situação de desemprego por período igual ou superior seis meses; declarar residência em Campo Grande há pelo menos 01 (um) ano (apresentar comprovante de residência) e possuir renda familiar per capita não superior a ½ (meio) salário mínimo vigente.

A inscrição no Primt também só é permitida por um membro por núcleo familiar. Em caso de contratação, poderá retornar uma única vez ao programa, mas tendo prazo de seis meses do desligamento.

Paulo Silva explica que a maioria será chamada para trabalhos como limpeza ou poda de árvore, mas há oportunidades em setores administrativos das secretarias ou autarquias, conforme demanda. Em 2023, por exemplo, teve contratação para soldador, atendente de balcão e auxiliar de lavanderia, por exemplo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias